Gerais

Polícia prende suspeitos e apreende drogas em São Sebastião do Paraíso

Polícia prende suspeitos e apreende drogas em São Sebastião do Paraíso - Foto: Divulgação/PCMG
Polícia prende suspeitos e apreende drogas em São Sebastião do Paraíso - Foto: Divulgação/PCMG
  • Entorpecentes seriam destinados a três indivíduos

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou operação contra o tráfico de drogas, na manhã da última sexta-feira (4), no bairro San Genaro, em São Sebastião do Paraíso.

Após receber informações da agência de inteligência do Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc) em Belo Horizonte, e da agência de inteligência do 18º Departamento de Polícia em Poços de Caldas, referentes a uma encomenda de entorpecentes que estaria a caminho da cidade, policiais da Delegacia Regional em São Sebastião do Paraíso requereram ao Judiciário mandado de busca e apreensão para o imóvel onde a droga seria entregue.

Em posse da ordem judicial, a equipe de investigadores localizou no imóvel cerca de 5,6 kg de maconha e 250g de cocaína. Apurou-se que os entorpecentes seriam destinados a três indivíduos, sendo que dois deles foram presos em flagrante.

De acordo com o delegado responsável pelo caso Tiago Bordnini, “todos os indivíduos envolvidos nesse fato já foram identificados, inclusive o remetente da encomenda, que mora no Rio de Janeiro”. Os presos foram encaminhados ao Sistema Prisional, onde estão à disposição da justiça.

8101 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia localiza mais de meia tonelada de droga em fundo falso de caminhão em BH

Homem responsável pela guarda do veículo, foi preso em flagrante
Gerais

Homem é suspeito de assassinar a própria mãe em Cataguases

Suspeito, filho da vítima assassinada, encontra-se internado no Hospital de Cataguases
Gerais

Polícia Civil apreende 35 aves silvestres em casa da zona rural em Itatiaiuçu

Apreensão foi descoberta após denúncia anônima de que havia manutenção ilegal e possível comercialização de animais silvestres

Deixe uma resposta