ÚLTIMASSaiba quem são os 16 pré-candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte saiba mais
Gerais

Empreendedorismo brasileiro na Europa, a partir de Portugal

São Paulo, SP. 26/8/2020 – “Em plena turbulência da pandemia, a StartupWin Franchise acaba de desembarcar em Portugal, por meio de um máster franqueado”, comemora André Justino, CEO.

Os vínculos históricos, culturais e linguísticos entre Brasil e Portugal ganham novos contornos, ao atuarem como facilitadores de empreendimentos contemporâneos de brasileiros naquele país. À estabilidade política e econômica portuguesa, somam-se fatores como boa governança, avanço em tecnologia digital e incentivo ao empreendedorismo. Exemplo desse movimento pode ser notado pela estratégia de internacionalização de startups brasileiras.

Os vínculos históricos, culturais e linguísticos entre Brasil e Portugal ganham novos contornos, ao atuarem como facilitadores de empreendimentos contemporâneos de brasileiros naquele país. À estabilidade política e econômica portuguesa, somam-se fatores como boa governança, avanço em tecnologia digital e incentivo ao empreendedorismo.

Com população na casa dos 10 milhões de habitantes, próxima à do nosso estado do Rio Grande do Sul, o mercado português tem a seu favor renda média anual per capita um pouco acima de 23 mil dólares. Ou seja: mais que o dobro da brasileira, que se aproxima dos 10 mil dólares.

Tanto em Portugal como no Brasil, a pandemia da Covid-19 acabou favorecendo o fortalecimento do empreendedorismo, onde se incluem negócios relacionados a startups e ao modelo de franchising, com ênfase em atividades digitais home based ou exercidas em coworking. Telesserviços chegam para mudar o conceito de atendimento e entrega, com impacto relevante nos custos operacionais.

Existem, no Brasil, um milhão e 360 mil colaboradores no setor de franquias; quase quatro mil franqueadores e 140 mil franqueados. Nesse setor, o país só é superado pela China. O segmento que concentra maior volume de negócios é o de alimentação. Porém, as imposições e restrições do distanciamento social elevaram a atratividade de serviços online, com destaque para as áreas de educação, saúde e tecnologia digital.

Terra à vista

A frase emblemática, proferida quando da descoberta do Brasil pelos navegadores portugueses, passados mais de 500 anos, hoje pode ser lida com ‘sinal trocado’. Ou seja: são os empreendedores brasileiros que atravessam o Atlântico, a bordo de conhecimento prévio, para descobrir e implementar novos espaços no mercado português. E assim, chegar à antessala do continente europeu.

Exemplo desse movimento pode ser notado pela estratégia de internacionalização da StartupWin Franchise – a primeira franquia de startups do mercado brasileiro. Desenvolveu um modelo de franquias pioneiro e sem concorrência. Agrega ao portfólio startups maduras e com ótima escalabilidade. “Em plena turbulência da pandemia, a StartupWin Franchise acaba de desembarcar em Portugal, por meio de um máster franqueado”, comemora André Justino, CEO da franqueadora, que concederá coletiva de imprensa virtual dia 18/08/2020, às 10h (horário de DF). Para mais Informações: WhatsApp +55 11 99658-8766.

Trata-se do empreendedor carioca Carlos Gomes Teixeira, que fez carreira bem-sucedida no Brasil no setor de bancos, inclusive em processos de formatação de franquias. Há pouco mais de um ano em Portugal, na cidade do Porto, Teixeira negociou, com a StartupWin, uma master franquia, composta, inicialmente, por três marcas. Seguem sinopses de cada uma.

Psicologia Viva: Plataforma que conecta psicólogos e pacientes em todo o mundo, em sua língua nativa. Foi desenvolvida para resolver as três grandes dores dos pacientes, identificadas por meio de pesquisa: custo de acesso ao serviço, falta de tempo e desconhecimento sobre qual profissional pode ajudar. “Atendimento é online, por videoconferência e desenvolvemos um algoritmo que conecta o usuário ao psicólogo especialista em suas necessidades”, explica Fabiano Carrijo – CEO da Psicologia Viva.

Avulta: de acordo com matéria publicada em O Estado de São Paulo, em 29/07/2020, o método inovador da startup Avulta quebra o preconceito da empregabilidade operacional para pessoas com deficiência e atrai, principalmente, candidatos com ensino superior para cargos analíticos e estratégicos. Ferramenta online faz avaliação funcional e identifica o perfil cognitivo para um “match profissional” com a corporação que oferece a vaga. Atendimento da Avulta foi ampliado, neste ano, por meio da franqueadora StartupWin.

Byte in Motion: Plataforma Digital para Gestão de Manutenção, Ocorrências, Operação e Segurança em Ativos, Recursos e Pessoas. Dispõe de funcionalidades para a hotelaria, gestão de condomínios, manutenção preventiva de infraestruturas privadas e públicas. Por meio da plataforma Byte in Motion, descobre-se onde se localizam as dificuldades na organização e nos processos. Toda a parametrização e configuração da plataforma é feita em conformidade com as necessidades específicas de cada usuário.

FCJ Venture Builder 

A StartupWin Franchise é associada à FCJ Venture Builder – a segunda maior Venture Builder do mundo e a primeira da América Latina, que tem no comando o CEO Paulo Justino. Sob o guarda-chuva da FCJ, a StartupWin conta com mais de 50 opções disponíveis de startups, no processo continuado de seleção.

“Somos uma rede de Venture Builders que tem como objetivo resolver a dor dos investidores em inovação, que está ligada ao risco de selecionar e investir de forma individual em projetos de inovação, podendo contar com um portfólio de startups em um ambiente gerenciado.”, explica o CEO Paulo Justino.

Fundada há sete anos, a FCJ nasceu com o propósito de impactar o ambiente de inovação através do modelo de Venture Builder também conhecido como Fábrica de Startups. “Nosso modelo de negócio tem foco na inovação aberta (Open Innovation). Buscamos e selecionamos startups para apoiar, em vez de criarmos as nossas próprias iniciativas, que é o modelo normalmente aplicado de Venture Builder no Brasil e no mundo”, salienta Paulo Justino.

O objetivo da internacionalização é oferecer uma solução completa de Corporate Venture Builder para as empresas em todos os continentes, iniciando por Portugal com o lançamento, em 8 de setembro, da FCJ Europa, com sede em Lisboa.

Para dirigir esta frente na Europa, foi contratado Ricardo Normand, profissional com larga experiência internacional para atuar como CEO. Foi criado um Conselho Consultivo composto de profissionais de várias nacionalidades. Meta é expandir para os demais países da Europa e EUA, por meio de um programa estruturado de country partnership, um ecossistema mundial de inovação aberta em um modelo de rede.

Website: https://startupwin.com.br/

Relacionados
Gerais

Jorge Marra, acusado de matar candidato a vereador em Patrocínio, se entrega e é preso

Irmão do prefeito, se entregou na tarde deste domingo (27) e prestou depoimento na Delegacia Regional
Gerais

Ônibus é incendiado por criminosos próximo da Penitenciária Nelson Hungria em Contagem

Dois homens encapuzados e atearam fogo no veículo; ninguém foi preso
Gerais

Dupla é presa com 125 barras de maconha em Belo Horizonte

Dois homem já estavam sendo monitorados por atuarem no tráfico de drogas na Região de Venda Nova

Deixe uma resposta