ÚLTIMASSaiba quem são os 16 pré-candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte saiba mais
GeraisVídeos

Polícia Civil prende suspeito com haxixe em Divinópolis

Polícia Civil prende suspeito com haxixe em Divinópolis

Polícia Civil prende suspeito com haxixe em Divinópolis – Foto: Divulgação/PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, nesta terça-feira (02), um homem, de 29 anos, suspeito de tráfico de drogas. Na ação, deflagrada no bairro Catalão, em Divinópolis, foram apreendidos 100 gramas de haxixe, além de porções de maconha. Segundo apurado, os entorpecentes seriam oriundos do estado de São Paulo.

No interior da residência, foram encontrados cerca de 100 gramas do entorpecente, conhecido como haxixe, e segundo o investigado fora adquirida pelo valor de mil reais, podendo ser revendido posteriormente até por três mil reais.

De acordo com o Delegado responsável pelo caso, Weslley Castro, as investigações apontavam que o investigado revenderia os entorpecentes para dependentes químicos com alto poder aquisitivo na cidade. “Tal entorpecente trata-se de uma resina com alto grau de pureza do princípio ativo do narcótico usualmente chamado de “maconha”, possuindo altíssimo valor de mercado em razão da característica destacada”, explicou o delegado.

O investigado, que até então não possuía passagens policiais, foi conduzido ao plantão da Delegacia Regional de Divinópolis para as devidas providências.

7832 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia Civil prende suspeitos de tráfico e envolvimento em latrocínio na cidade de Pouso Alegre

Dois suspeitos foram presos durante a operação
Gerais

Fhemig contrata médicos para hospitais de Juiz de Fora e Barbacena

Chamamento emergencial é para atuação no enfrentamento à covid-19 em hospitais de Juiz de Fora e Barbacena
Gerais

Governo anuncia início do retorno das atividades escolares presenciais

Escolas poderão voltar às atividades a partir de 5 de outubro, apenas nas regiões inseridas na onda verde do Minas Consciente; cursos superiores serão autorizados na onda amarela

Deixe uma resposta