fbpx
Redes Sociais

Gerais

Polícia Civil investiga mulher que divulgou fake news sobre caixões de vítimas do coronavírus em BH

Mulher afirma que no lugar das vítimas com coronavírus foram enterradas pedras e madeira e que caixões estariam sendo desenterrados

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

• atualizado em 02/05/2020 às 21:20

Polícia Civil investiga mulher que divulgou fake news sobre caixões de vítimas do coronavírus em BH – Foto: WhatsApp/Reprodução

A Polícia Civil busca por um mulher que publicou um vídeo com informações falsas que circula nas redes sociais, dizendo que “caixões estão sendo enterrados com pedras e pedaços de madeira em vez de corpos em BH”. A corporação pede ajuda da população para que denuncie, pelo 181.

“Mandaram arrancar todos os caixões para poder fazer o exame e ver se é coronavírus mesmo. Sabe o que tem dentro do caixão? Pedra e madeira. Um monte de caixão cheio de pedra e madeira. Palhaçada, não?”, afirma.

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte, as informações não têm fundamento. “A pessoa sugere que caixões de vítimas de Covid-19 estão sendo desenterrados nos cemitérios da capital. São informações sem fundamento. A Procuradoria Geral do Município está analisando as imagens para adotar as medidas legais cabíveis.”

A mulher afirma também que diz que os próprios parentes das vítimas estariam realizando os sepultamentos, sem a presença de coveiros. A Polícia Civil informou que será instaurado um procedimento para apurar a origem das imagens. “Quem tiver informações sobre essa mulher, é importante denunciar no 181”.

A Prefeitura de Belo Horizonte nesta sexta-feira (1º) em nota confirmou que já havia se manifestado sobre o vídeo, desmentindo as informações, classificadas pelo governo municipal como “sem fundamento”. Por meio de nota, a PBH afirma que “os sepultamentos em cemitérios públicos e privados na capital mineira são realizados, exclusivamente, por profissionais específicos (coveiros) de cada necrópole – utilizando equipamento de proteção individual e adotando as medidas sanitárias cabíveis.”

Nos cemitérios municipais da capital mineira, os sepultamentos são feitos mediante a apresentação de atestado de óbito ou da guia de sepultamento emitida pelo cartório em conformidade com as informações contida no atestado de óbito. “Esta deve ser apresentada no cemitério, acompanhada de documentos pessoais do solicitante – familiar ou pessoa responsável pela solicitação -, que deve comprovar seu vínculo com o falecido (por meio de documentos pessoais e/ou procuração)”,  finalizou a nota.

Gerais

Suspeito de cometer roubo a fazendas próxima a Sete Lagoas é preso em operação

Homem foi preso em Vespasiano pela Polícia Civil

Operação Zabelê II – Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Minas Gerais realizou, na última sexta-feira (10), a operação Zabelê II, que resultou na prisão de um suspeito, 29 anos, de cometer roubo a fazendas nas regiões próximas a Sete Lagoas. O homem foi preso em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

As investigações tiveram início em abril deste ano, após um roubo cometido em uma fazenda no município de Baldim, região Central de Minas, por quatro suspeitos armados e encapuzados. A primeira fase da operação aconteceu no dia 22 de maio, quando três homens, de 24, 27 e 28 anos, foram presos nas cidades de Sete Lagoas e Baldim.

A ação foi realizada pela Delegacia de Polícia Civil em Baldim.

O preso foi encaminhado ao Sistema Prisional.

Continuar lendo

Gerais

Mulher tem parte do couro cabeludo arrancando em acidente com jet-ski em Mariana

Bombeiros informaram que motor sugou o cabelo da jovem para dentro da turbina do jet-ski

• atualizado em 12/07/2020 às 19:09

Foto: Redes Sociais

Um mulher ficou gravemente ferida após ter parte do couro cabeludo arrancando em um acidente envolvendo jet-ski, em Mariana, na Região Central de Minas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 13h30, em uma lagoa localizada no Distrito Barro Branco.

Ainda segundo os Bombeiros, a vítima feminina de 21 anos prendeu o cabelo na motor do jet-ski durante um passeio. O motor sugou seu cabelo para dentro da turbina. Amigos ajudaram no resgate, após avistarem o acidente próximo da margem e puxaram para fora da água.

A jovem identificada como Mayra Alves Soares foi encaminhada para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte pela equipe do Arcanjo dos Bombeiros.

Continuar lendo

Gerais

Idosa com mal de Alzheimer é encontrada morta após sumir em Araxá

Dona Jandira, de 77 anos, foi vista pelos familiares pela última vez na terça-feira

Jandira Maria Julio, a dona Jandira, de 77 anos, foi vista pela última vez na terça-feira - Foto: Reprodução/Facebook

Jandira Maria Julio, a dona Jandira, de 77 anos, foi vista pela última vez na terça-feira – Foto: Reprodução/Facebook

O corpo da idosa, Jandira Maria Julio, a dona Jandira, de 77 anos, que sofre do mal de Alzheimer que estava desaparecida em Araxá, no Alto Paranaíba, Minas Gerais foi localizada na manhã deste domingo (12).

Familiares de dona Jandira, afirmaram que ela saiu de casa, no Bairro Santo Antônio, usando vestido vermelho e uma blusa de frio cor de rosa, acompanhada do cachorrinho de estimação e, até o momento, apenas o animal retornou. A última vez que ela tinha sido vista foi na terça-feira (7).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o corpo da idosa foi localizada 3 quilômetros da casa dela, em uma área de capim braquiária, próximo a uma mata. Não há sinais de violência.

A perícia da Polícia Civil foi acionada.

Corpo foi encontrado pelos Bombeiros em um local de mata - Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Corpo foi encontrado pelos Bombeiros em um local de mata – Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Buscas

As buscas por Jandira Maria Julio começaram na quinta-feira após o registro de ocorrência de desaparecimento. O Corpo de Bombeiros fizeram as buscas usando drones, viaturas, equipes a pé e cães.

Continuar lendo