ELEIÇÕES 2020Veja os 15 nomes dos candidatos a Prefeito em Belo Horizonte saiba mais
Gerais

Operação Insidiis prende suspeitos de homicídios em Sete Lagoas

demo
demo Foto: Divulgação/PCMG
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) desencadeou, nesta quinta-feira (21), a operação Insidiis, com o objetivo de reprimir homicídios que teriam sido cometidos em razão da disputa pelo tráfico de drogas na cidade de Sete Lagoas. Dois suspeitos foram presos durante a operação e outros dois, detidos nesta semana por cumprimento de mandados de prisão.

A operação foi articulada a partir de duas investigações da PCMG de três homicídios praticados no bairro Barreiro, no dia 6 de abril. O nome da ação policial faz alusão ao tipo de assassinato empregado, que era realizado por meio de emboscada, em que os suspeitos atraíam e executavam as vítimas.

Os crimes foram executados com emprego de armas de fogo e espancamento das vítimas, que foram amarradas e uma delas, inclusive jogada dentro de um córrego. A PCMG também apurou que os suspeitos estariam envolvidos em um quarto homicídio cometido no dia 1º de março, desta vez no bairro Planalto. Na ocasião, a vítima foi esfaqueada, amarrada com fios elétricos e ainda queimada enquanto viva. O corpo dela foi encontrado dias depois carbonizado.

Na operação, foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão, resultando no recolhimento de celulares e documentos. Outros quatro suspeitos, com mandados de prisão decretados, estão sendo procurados pela Polícia.

A operação contou com a participação de 52 policiais civis, com apoio da Coordenação Aerotática (CAT) e do Canil da Polícia Civil.

7933 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Duas pessoas ficam feridas em acidente com van na BR-251, em Salinas

Vítima foram encaminhadas para o hospital
Gerais

Polícia prende suspeito de matar colega de alojamento em Itabirito

Suspeito e vítima prestavam serviço para uma empresa e estavam morando na mesma acomodação
Gerais

Grupo criminoso envolvido em torturas e incêndios a ônibus é preso em Betim

Seis integrantes do grupo foram presos na operação

Deixe uma resposta