O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.

Dieta balanceada para aumentar a imunidade contra o coronavírus

Por Dentro de Minas - Google News

Com a pandemia de coronavírus, cuidados como a higiene vêm sendo priorizado pela população. Por outro lado, surgem fake news associando o consumo de certos alimentos, como alho e água quente com laranja, com o combate desse vírus.

Por isso, é importante ressaltar que não existe nenhuma comprovação que um alimento seja capaz de curar essa doença, mas é possível fortalecer a imunidade com uma dieta balanceada e rica em nutrientes para evitar o contágio. 

Saiba mais sobre quais alimentos são indispensáveis para a rotina alimentar e porque optar pela compra de alimentos online.

Alimentos que fortalecem o sistema imunológico

Para aumentar a imunidade, é preciso combinar diversos nutrientes em uma dieta. São eles:

Proteínas e zinco

A combinação cereais, como arroz parboilizado, com leguminosas (feijão e grãos no atacado), além da ingestão de alimentos de origem animal, como carnes bovinas, carne de aves e leite, oferecem aminoácidos ao corpo. A falta desse nutriente no corpo pode ocasionar fadiga e baixa imunidade.

Vitaminas

A vitamina C, adquirida por meio de frutas cítricas, não é a única responsável pelo fortalecimento do sistema imunológico. A vitamina A também pode ser uma aliada para aqueles que desejam aumentar a imunidade. Ela pode ser encontrada em queijos e fontes de gordura em geral.

É importante ressaltar que o suplemento dessas vitaminas só deve ser procurado quando o corpo indicar a falta delas. 

Ômega 3

O ômega 3, classificado como gordura boa, é essencial nas dietas pois é uma gordura que o corpo não consegue produzir. Além disso, ele regula células do sistema imunológico por meio da inclusão de frutos do mar e peixes na alimentação.

Ainda existem outros nutrientes que podem ajudar a evitar infecções, como magnésio, selênio e complexo B. Alho e cebola, por exemplo, apresentam em sua composição substâncias anti-inflamatórias e antibacterianas, além de cúrcuma, fontes de betacaroteno, alimentos prebióticos e gengibre.

Aliar uma dieta rica em nutrientes com a prática regular de exercícios é a melhor opção para aumentar a imunidade contra o coronavírus, ainda priorizando cuidados com a higiene e a hidratação.

O que evitar?

Nesse momento, é crucial evitar a ingestão de bebidas alcoólicas e alimentos industrializados, como bolacha recheada atacado e salgadinhos atacados. O consumo em excesso dos dois são prejudiciais à saúde, principalmente pelo fato dos alimentos industrializados conterem altos níveis de conservantes, açúcar, sal e gordura. 

Compra de alimentos online

Para evitar aglomerações em supermercados na quarentena, uma opção é realizar a compra de alimentos online. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), registrou um aumento de cerca de 180% nas vendas desses produtos desde o início desse período de isolamento social. 

Além disso, uma plataforma de compras de alimentos online pode oferecer economia e agilidade na entrega. Portanto, além de prezar pela saúde e bem-estar, você pode reduzir custos comprando em uma distribuidora de alimentos online.

 

Total
1
Shares

Relacionados
Leia mais

Empreendedorismo brasileiro na Europa, a partir de Portugal

Os vínculos históricos, culturais e linguísticos entre Brasil e Portugal ganham novos contornos, ao atuarem como facilitadores de empreendimentos contemporâneos de brasileiros naquele país. À estabilidade política e econômica portuguesa, somam-se fatores como boa governança, avanço em tecnologia digital e incentivo ao empreendedorismo. Exemplo desse movimento pode ser notado pela estratégia de internacionalização de startups brasileiras.