fbpx
Redes Sociais
• atualizado em 24/04/2020 às 23:38

Galpão ficou destruído – Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Um incêndio destruiu um galpão de material reciclável na madrugada deste sábado (29) em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, as chamas altas destruíram todo o material que estava no galpão, além de um caminhão que encontrava-se dentro do espaço que fica no bairro Nova Vista.

Conforme a corporação, a fumaça ainda estava presente durante a manhã e tinha alguns pequenos focos de incêndio. Ninguém se feriu.

Galpão ficou destruído – Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Gerais

Polícia indicia homem por tentativa de feminicídio da ex-companheira em Contagem

Investigado invadiu a casa dos pais da vítima, e desferiu diversos golpes de faca contra mulher

Delegada Mellina Isabel Silva Clemente - Foto: Divulgação/PCMG

Delegada Mellina Isabel Silva Clemente – Foto: Divulgação/PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou, nesta quarta-feira (15), um homem, de 42 anos, suspeito de cometer tentativa de feminicídio contra a ex-companheira, de 33, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O crime ocorreu no dia 23 de junho, quando o investigado invadiu a casa dos pais da vítima, onde a mulher estava, e desferiu diversos golpes de faca contra ela, atingindo o pescoço, rosto, peito e a mão dela. A Delegada Mellina Isabel Silva Clemente explica que a vítima ainda conseguiu fugir e chegar até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em frente à casa dela. “O suspeito ainda a perseguiu, chegou a deferir golpes de facada contra ela nessa UPA, sendo socorrida por populares e, apenas por causa do auxílio desses populares, que o suspeito não conseguiu matá-la”, detalhou.

O homem teria cometido o crime, mesmo a vítima tendo medida protetiva. A partir disso, a PCMG representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi preso nesta quarta-feira (15), pela Polícia Militar.

O investigado encontra-se no Sistema Prisional, onde está à disposição da Justiça.

A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Contagem.

Continuar lendo

Gerais

Idosa de 98 anos ser curada da Covid-19 e recebe alta em Uberlândia

Carmélia Maria Calegari, de 98 anos, recebeu alta após mais de 30 dias internada

Carmélia Maria Calegari, aos 98 anos, se curou do covid-19 - Foto: Divulgação

Carmélia Maria Calegari, aos 98 anos, se curou do covid-19 – Foto: Divulgação

A idosa Carmélia Maria Calegari, de 98 anos, recebeu alta na última segunda-feira (6) após ficar mais de 30 dias internada em um hospital de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com Covid-19 (Coronavírus).

De acordo com os familiares da paciente, ela foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Santa Genoveva Complexo Hospitalar, hospital da rede privada no dia 13 de junho com falta de ar e saturação baixa, dois dos sintomas da doença.

Ela acabou tendo o caso positivo para a doença, sendo a única confirmada na família com coronavírus. A idosa com quase um século de vida, não possui problemas de saúde.

“Todos nós da família estamos tomando os cuidados necessários desde o início da pandemia. E quando ela se queixou da dificuldade para respirar, logo nos apavoramos e corremos para o hospital. Lá, ela foi muito bem atendida por todos. A equipe médica sempre muito atenciosa, nos informava de tudo o que estava acontecendo”, disse Thassyane, neta de dona Carmélia.

O médico que acompanhou a idosa, Tiago Ferolla, surpreendeu com a evolução de saúde: “Normalmente, a Covid-19, nos idosos, tem tendência de ser mais grave e com acometimento pulmonar maior. Isso acaba gerando mais tempo em UTIs. Aqui no Santa Genoveva, os idosos são a maior parte dos casos de internação, tanto em UTI, quanto na enfermaria’, disse.

“Por se tratar de uma paciente nonagenária, dona Carmélia demandou cuidados especiais com fisioterapeutas e medicamentos adequados. Isso foi importante para evitar outras complicações como uma pneumonia bacteriana e aumento de pressão arterial”, explica.

Tiago Ferolla salienta que os primeiros 30 dias pós alta hospitalar necessitam de acompanhamento rigoroso. Os idosos, são os que têm risco de complicações até mesmo após a alta hospitalar. As complicações infecciosas podem vir a acometer um pulmão que já ficou muito tempo inflamado pela infecção da Covid-19″, finaliza o geriatra.

Continuar lendo

Gerais

Polícia prende suspeitos de clonar cartões bancários em Sete Lagoas

Homem seria o líder de uma organização criminosa especializada em clonagem de cartões

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), na tarde de ontem (13), prendeu em flagrante três suspeitos de envolvimento em crimes de estelionato, na cidade de Sete Lagoas, região Central. Um homem, de 25 anos, seria o líder de uma organização criminosa especializada em clonagem de cartões de crédito/débito. Os outros dois presos, de 26 e 27, também estavam no local.

Após trabalhos investigativos, a PCMG se deslocou até uma quitinete, no bairro Jardim Arizona, onde estavam os três suspeitos. Segundo apurado, o local funciona como uma central de estelionato.

Foram apreendidos diversos materiais de procedência duvidosa, como cartões de crédito; documentos de identidade, aparentemente falsos; várias fotos, que seriam usadas para falsificação de documentos; diversos aparelhos celulares; móveis; eletrodomésticos; eletrônicos e dois veículos.

Continuar lendo