fbpx
Redes Sociais

Gerais

Belo Horizonte recebe ExpoCanada em março

ExpoCanadá é a maior feira de imigração, estudo e trabalho para o Canadá no Brasil e acontece em várias cidades do Brasil.

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

• atualizado em 25/04/2020 às 01:11

ExpoCanadá – Foto: Divulgação

Quer saber como aproveitar as oportunidades em um dos melhores mercados de trabalho, como se candidatar às vagas, salários, exigências para obtenção de um visto de trabalho e estratégias de imigrantes? Participe da ExpoCanada que será realizada no dia 23 de março (segunda-feira), das 19h às 22h, no Espaço Sou BH, no Shopping Pátio Savassi, situado na avenida do Contorno, 6061 – loja 339 – piso L3). Esse é o maior evento de imigração, estudo e trabalho no Brasil para o Canadá e tem ocorrido em diversas capitais brasileiras. A qualificação profissional, proficiência com os idiomas oficiais do país (inglês e francês) e um plano condizente com o perfil do candidato podem trazer benefícios para obter o visto de trabalho e um potencial visto permanente (PR – Residência Permanente) num país com a maior qualidade de vida do mundo. E estes benefícios podem ser estendidos à família.

Quem já pensou ou está pensando em estudar, morar, trabalhar, imigrar ou ainda apenas passar um período no país e voltar com seu currículo turbinado, o Canadá é o país indicado.

A feira é gratuita e os participantes terão a oportunidade de conversar diretamente com as mais renomadas instituições canadenses de ensino público e privada (graduação, pós-graduação e de especialização), além de escolas de inglês, entre outros. Todos estes temas serão tratados por Ed Santos – cofundador da Canada Intercambio e consultor de imigração credenciado pelo ICCRC (Consultores de Imigração do Conselho Regular do Canadá), membro do CAPIC (Associação Canadense dos Consultores de Imigração Profissional) dará uma palestra paga abordando todos os temas sobre empregabilidade e imigração. Inscreva-se no www.expocanada.com.br

Serviço

Data:
23.03.2020 – segunda-feira

Horário:
Das 19h às 22h

Local:
Shopping Pátio Savassi
Av. do Contorno, 6061 loja 339, Piso L3

Gerais

Polícia Civil prende em Januária suspeito de dois homicídios tentados

Os fatos teriam sido motivados por desavenças pessoais

Polícia Civil prende em Januária suspeito de dois homicídios tentados - Foto: Divulgação/PCMG

Polícia Civil prende em Januária suspeito de dois homicídios tentados – Foto: Divulgação/PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, nessa terça-feira (7), mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem, de 35 anos, suspeito de envolvimento em dois homicídios tentados, em Januária, no Norte de Minas. Os fatos teriam sido motivados por desavenças pessoais, no primeiro caso, e por ciúmes de uma mulher, na segunda ocorrência.

O caso mais recente aconteceu em março deste ano. Na ocasião, a vítima, de 28 anos, estava com a esposa e o sogro por uma rua do bairro Moradeiras, quando foi surpreendida pelo investigado. O rapaz foi atingido com um disparo de arma de fogo na região do tórax, e socorrido ao hospital.

Já no registro anterior, em junho de 2019, no mesmo bairro, o suspeito teria chegado ao bar em que a vítima, de 46 anos, estava e atirou contra ela. Frequentadores do estabelecimento interferiram e conseguiram desarmar o investigado. Em seguida, ele fugiu do local.

Conforme levantado, o investigado já possui registros policiais por outros crimes e, atualmente, estaria no comando do tráfico de drogas em um ponto da cidade. Durante as buscas realizadas em dois imóveis do suspeito, foram apreendidos vários aparelhos celulares e mais de R$ 200 em espécie.

Para o cumprimento das medidas judiciais, a equipe responsável pela investigação de crimes contra a vida contou com o apoio operacional de policiais civis que apuram crimes contra o patrimônio e da Agência de Inteligência de Delegacia Regional em Januária.

O suspeito foi encaminhado ao Presídio Local e encontra-se à disposição da Justiça.

Continuar lendo

Gerais

Fundador da Ricardo Eletro é preso em operação de sonegação de impostos

Força tarefa cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão na Região Metropolitana e em São Paulo

feira (8/7), a operação Direto com o Dono. A força tarefa teve como objetivo o cumprimento de três mandados de prisão temporária e 14 de busca e apreensão nos municípios de Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, São Paulo e Santo André.

Os alvos da operação são empresários de uma das maiores redes varejistas do ramo de eletrodomésticos e eletroeletrônicos do país. O dono da empresa foi preso em São Paulo e, a filha dele, em Belo Horizonte. Um terceiro investigado não foi localizado e é considerado foragido. Os suspeitos são investigados pelos crimes de sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Durante operação, o segurança de uma das casas onde foi cumprido mandado de busca acabou sendo preso e encaminhado à delegacia por dificultar a entrada dos agentes no local. Ele irá responder pelo crime de desobediência.

Conforme apurado pela força tarefa, ao longo de cinco anos, aproximadamente R$ 400 milhões em impostos não foram repassados aos cofres do Estado de Minas Gerais. Por solicitação da PCMG, a Justiça determinou o sequestro de R$ 60 milhões em bens imóveis do empresário, com o objetivo de ressarcir o erário.

Investigação

As investigações ganharam força após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em novembro de 2019, que definiu como crime a apropriação indébita tributária. Indícios apontam que a empresa, alvo da operação, cobrava dos consumidores o ICMS, embutido no valor das mercadorias, e não repassava o valor aos cofres públicos. A suspeita é de que a rede tenha dívidas em outros estados do país onde tem unidades.

“As investigações iniciaram em 2018, por meio de inquérito policial, sendo verificado que o investigado mantinha conduta, de forma reiterada, para o omisso de pagamento, com apropriação do ICMS não recolhido. Em contrapartida, o seu patrimônio, em nome da filha e da mãe, só crescia. A partir desse momento, de uma ocultação do dinheiro sonegado, representamos ao Poder Judiciário pelo sequestro dos bens patrimoniais, sendo deferido o valor em torno de R$ 60 milhões, visando ressarcir os cofres de Minas Gerais”, ressalta o delegado Vitor Abdala, responsável pela condução do inquérito policial.

Atualmente, a empresa alvo da força tarefa está em situação de recuperação extrajudicial com alguns credores, alegada a incapacidade de arcar com as dívidas tendo, inclusive, encerrado as atividades de diversas unidades e demitido vários funcionários. No entanto, o principal dono da empresa dispõe de amplo patrimônio composto por dezenas de imóveis e participação em shoppings na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Esses imóveis e investimentos estão registrados em nome de parentes do empresário.

Ainda de acordo com as investigações, o crescimento do patrimônio individual do principal sócio da empresa, no período em que os crimes tributários foram cometidos, aponta para o crime de lavagem de dinheiro.

A expectativa é de que os presos nessa operação prestem depoimento ainda essa semana. Outros suspeitos e demais testemunhas também serão ouvidos no curso das investigações. Documentos recolhidos serão encaminhados à Secretaria de Estado de Fazenda, que tem um prazo de 30 dias para emitir relatório preliminar e 180 para envio do relatório definitivo.

Ação conjunta

Desde a decisão do STF, a Secretaria de Estado de Fazenda vem realizando um trabalho detalhado sobre os repasses dessas tributações e encaminhado casos com suspeitas de irregularidades ao Ministério Público e à Polícia Civil para a devida investigação criminal.

A operação “Direto com o Dono” é a primeira ação conjunta, em Minas Gerais, após decisão do STF. A operação contou com a participação de 59 policiais civis, 60 auditores fiscais da Receita Estadual e três promotores de Justiça.

Nota da Ricardo Eletro na íntegra

“A Ricardo Eletro informa que Ricardo Nunes e/ou familiares não fazem parte do seu quadro de acionistas e nem mesmo da administração da companhia desde 2019. A Ricardo Eletro pertence a um fundo de investimento em participação, que vem trabalhando para superar as crises financeiras que assolam a companhia desde 2017, sendo inclusive objeto de recuperação extrajudicial devidamente homologada perante a Justiça, em 2019.

Vale ainda esclarecer que a operação realizada hoje (08/07) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pela Receita Estadual e pela Polícia Civil, faz parte de processos anteriores a gestão atual da companhia e dizem respeito a supostos atos praticados por Ricardo Nunes e familiares, não tendo ligação com a companhia.

Em relação à dívida com o Estado de MG, a Ricardo Eletro reconhece parcialmente as dívidas e, antes da pandemia, estava em discussão avançada com o Estado para pagamento dos tributos passados, em consonância com as leis estaduais.

A Ricardo Eletro se coloca à disposição para colaborar integralmente com as investigações”.

Continuar lendo

Gerais

Motorista morre em acidente com dois carros na BR-262 em Bom Despacho

Quatro pessoas também ficaram feridas com o acidente

Motorista morre em acidente com dois carros na BR-262 em Bom Despacho - oto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Motorista morre em acidente com dois carros na BR-262 em Bom Despacho - oto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Um homem de 61 anos morreu na manhã desta terça-feira (7) após um acidente envolvendo dois carros na BR-262, na zona rural de Bom Despacho, na Região Centro-Oeste do Estado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os carros bateram de frente, com o impacto os veículos, o motorista de um do veículos não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo dele ficou preso às ferragens.

Ainda conforme a corporação, quatro pessoas que tiveram ferimentos leves e foram socorridas pela concessionária que administra o trecho. O carro em que a vítima fatal estava ficou completamente destruído.

Motorista morre em acidente com dois carros na BR-262 em Bom Despacho - oto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Motorista morre em acidente com dois carros na BR-262 em Bom Despacho – oto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Continuar lendo