O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.

Espaços compartilhados estimulam o crescimento de pequenas e microempresas

Saiba qual o momento certo de sair do home office para um espaço físico

A cultura do coworking vem crescendo cada vez mais ao redor do mundo, com previsão de atingir 30% dos espaços ocupados no mercado global até 2030, e as vantagens de adotar esse tipo de estrutura para a sua empresa são inúmeras.

Hoje, no mundo, existem diversas empresas com grandes quadros de funcionários que atuam dentro de espaços colaborativos. No Brasil, a maior parte dos usuários são pequenas e microempresas, mas essa tendência de organizações maiores optarem pelos coworkings provavelmente se aplicará ao longo dos anos.

Coworking e pequenas empresas

O coworking pode ser um aliado para o crescimento de pequenas e microempresas devido à menor burocracia no processo de procura e locação de imóveis, além da estruturação com ferramentas básicas, como, por exemplo, instalação de internet, tornando mais fácil até mesmo o cancelamento em caso de mudança. As empresas encontram no coworking, então, uma forma de não se prenderem a diversos contratos e dificuldades.

“As empresas encontram nas salas de coworking uma oportunidade de desenvolver uma estrutura mais sólida para a sua empresa, em um ambiente que permite um maior desenvolvimento criativo e de contato entre toda sua equipe. Os empreendedores que estão em processo de crescimento também precisam levar em consideração o lado financeiro para que o todo funcione da melhor forma possível.”, declara Flávio Alves Pinto, empresário e diretor do SpaceJob Coworking.

Esses fatores financeiros são de grande importância para os empreendedores, que conseguem, assim, focar mais sua atenção ao crescimento da empresa e dos funcionários. “No coworking, todo o time possui uma maior interação e troca de ideias, diferente do que seria estabelecido em uma cultura de home office. A prática do trabalho em casa também dificulta no desenvolvimento do networking, algo muito forte dentro dos espaços compartilhados.”, completa Flávio.

Cabe, então, às empresas que procuram um espaço físico para receber seus clientes e realizar os seus processos avaliar se o coworking é uma opção viável, levando em consideração as diversas vantagens dessa prática que cresce cada vez mais a cada ano.

Fonte: Flávio Alves Pinto, empresário e diretor do SpaceJob Coworking.

Total
13
Shares

Relacionados