ELEIÇÕES 2020Veja os 15 nomes dos candidatos a Prefeito em Belo Horizonte saiba mais
Gerais

Investigação por receptação resulta em prisão por feminicídio

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Durante investigação sobre crimes de receptação e adulteração de veículo, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) localizou e prendeu Fernando Luiz Campos, de 42 anos, na praia de Jacaraípe, na cidade de Serra, Espírito Santo. Contra ele já havia mandado de prisão em razão de outro crime: o homicídio, qualificado pelo feminicídio, da esposa Ladyslaine Barbosa Campos, de 41. Ela foi morta a golpes de faca, no dia 22 de setembro deste ano, no bairro Trevo, em Belo Horizonte, após uma briga entre o casal.

Conforme apontam as investigações, Fernando não aceitava o fim do relacionamento entre o casal, que durou 18 anos. Apesar de estarem separados, os dois ainda moravam na mesma casa. O suspeito já tinha antecedentes criminais por adulteração de placa e receptação de veículo, além de ameaça, registrada em 2015, contra a companheira. À época, ela alegou que o marido tinha o costume de chegar em casa drogado e ficava agressivo, motivo da separação anos mais tarde.

No momento da prisão, Fernando foi flagrado com cerca de três quilos de cocaína, motivo pelo qual irá responder pelo crime de tráfico de drogas, naquele estado.

Feminicídio

Investigações apontam que Fernando iniciou uma discussão com a ex-companheira após uma tentativa mal sucedida de reatar o relacionamento. Fernando desferiu vários golpes de faca contra Ladyslaine, com quem tem uma filha de 13 anos, e depois fugiu. O corpo da mulher foi encontrado por familiares de Fernando, que moram próximos ao casal. Eles tiveram que pular o portão para ter acesso à casa.

Segundo a delegada responsável pelas investigações Ingrid Estevam, as evidências apontam para crime premeditado, já que Fernando havia levado uma faca para o quarto da vítima. Além disso, ele deixou uma mala já arrumada para facilitar a fuga.

Prisão

O delegado Wesley Campos, que investigou Fernando por adulteração e receptação de veículos, ressalta que o suspeito já é conhecido no meio policial em razão desses crimes, inclusive com cumprimento de prisão. Fernando estava em liberdade a cerca de sete meses.

Após notícia de que o suspeito estava foragido no Espirito Santo, a equipe da PCMG foi até o estado vizinho para cumprir o mandado pelo feminicídio. Fernando foi preso na quarta-feira (6) e, após autorização judicial, recambiado para Minas Gerais, na sexta-feira (8).

7885 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia prende padrasto por sequestro, cárcere e estupro de vulnerável em BH

Investigado foi localizado e preso em flagrante
Gerais

Polícia identifica dupla suspeita de incêndios em Andradas

Suspeito foi formalmente interrogado e confessou a prática dos incêndios
Gerais

Oito pessoas são suspeitas de maus-tratos em clínica de recuperação em Prudente de Morais

Oito pessoas foram encaminhadas para a delegacia, sendo um dos proprietários do estabelecimento

Deixe uma resposta