ELEIÇÕES 2020Veja os 15 nomes dos candidatos a Prefeito em Belo Horizonte saiba mais
Gerais

Operação resulta na prisão de nove pessoas envolvidas em homicídios em BH

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Na última semana, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou uma série de operações para cumprimento de mandados de prisão expedidos pela justiça, todos referentes a homicídios cometidos na capital mineira. No curso da ação policial, foram presas nove pessoas e apreendidas 20 porções de maconha prontas para a venda.

A equipe do Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) chamou a atenção para três prisões relacionadas a crimes cometidos na região Leste de Belo Horizonte.

Entre os presos, estão M.S.S. (conhecido como Ligeirinho), investigado em dois inquéritos de homicídio, e T.V.M.T., de 40, ambos integrantes da mesma gangue que atua próxima a um albergue no bairro Floresta.

No primeiro caso, Daniel Pereira, morador em situação de rua, foi assassinado a pauladas e pedras pelos investigados, no dia 8 de janeiro deste ano. A suspeita é de que Daniel tenha sido morto por uma dívida de R$ 20 reais referente a compra de pedras de crack. Há relatos, inclusive, de que os autores do crime mencionaram o fato em público para demonstrar poder.

No dia 18 de julho do mesmo ano, Tiarley Rodrigues de Jesus, conforme apontam as investigação, foi morto por M., após discussão na fila para entrada no albergue citado. Tiarley, natural de Malacacheta, estava na capital a procura de emprego. Sem condições financeiras para voltar à cidade de origem, a vítima tentava uma vaga no albergue para pernoitar.

Contra Marcílio existem relatos de agressões com uso de arma branca e ele, ainda, é apontado por testemunhas como traficante de drogas na região.

Crime por vingança

A terceira prisão destacada é a de A.Sa.S. (o Beto), de 19 anos, investigado em um homicídio motivado por vingança. No dia do crime, a vítima, Nivaldo de Jesus Silva Junior, estava no bar com a companheira quando foi surpreendido por dois indivíduos, trajando roupas pretas e capacetes, portanto armas de fogo. No laudo de necropsia constam 10 orifícios de entrada, a maioria na região craniana de Nivaldo.

Investigações apontam que, cerca de uma semana antes do homicídio, a vítima teria participado do assalto a uma casa da região Leste da capital. Outros envolvidos no roubo à residência fugiram do bairro temendo represálias, haja vista que estavam sendo perseguidos e ameaçados. Um deles chegou a ser agredido, ocasião em que tentaram sequestrá-lo, mas ele conseguiu fugir.

7887 Publicações

Sobre
A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.
Artigos
Relacionados
Gerais

Polícia conclui inquérito sobre homicídio e tentativa de feminicídio em São Joaquim de Bicas

Motivação dos crimes seria uma discussão entre o suspeito e a vítima fatal
Gerais

Seis pessoas são presas em flagrante por cárcere privado em Prudente de Morais

Proprietário do estabelecimento também foi autuado por crime ambiental
Gerais

Polícia prende padrasto por sequestro, cárcere e estupro de vulnerável em BH

Investigado foi localizado e preso em flagrante

Deixe uma resposta