ELEIÇÕES 2020Veja os 15 nomes dos candidatos a Prefeito em Belo Horizonte saiba mais
EntretenimentoMF Press Global

Em programa de estreia na TV, Fabiano de Abreu conversa sobre homossexualidade com autor de livro que tem mesmo tema de filme da Netflix

Reprodução / Novum Canal
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

O filósofo e jornalista Fabiano de Abreu estreou nesta quinta-feira(4) o seu programa na TV portuguesa, chamado ‘Mesa Filosófica’, no Novum Canal. Fabiano contou com a presença do escritor Alberto S. Santos, autor do livro ‘Amantes de Buenos Aires’, que se inspira na história real, que também foi tema de filme na Netflix, de Elisa e Marcela, duas mulheres da Galícia apaixonadas e que se casaram no altar, um século antes da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Alberto S. Santos falou não apenas sobre a sua obra, mas também conversou com Fabiano de Abreu sobre a homossexualidade, que é um assunto ainda polêmico em alguns meios mais conservadores: “Não sou um especialista na questão da homossexualidade, mas precisei fazer extensa pesquisa para escrever o meu livro. A história se passa em 1901 com duas professoras galegas e se passa na Galícia rural, conservadora, que decidiram manifestar publicamente seus afetos, e decidiram se casar. Nessa época, casar sobretudo pela igreja não era possível. Hoje é possível casar pelo registro civil, mas não pela igreja. Para isso uma delas se transformou por um tempo em homem e saíram da Galícia para seguir suas vidas”.

Reprodução / Novum Canal

Trazendo o assunto para o tempo contemporâneo, Fabiano acredita que é possível que algumas pessoas busquem ter experiências homossexuais por questões circunstanciais: “Alguns acabam buscando um relacionamento homossexual por se decepcionarem em um relacionamento hétero ou sofrerem violência doméstica, tendo trauma do homem, indo buscar em uma outra mulher a solução para não estar sozinho. Suponho que aquela época era muito mais perigosa para assumir um relacionamento homossexual”. 

Fabiano afirma que existe hoje uma indução midiática sobre o tema: “No Brasil neste momento existe uma indução muito grande. Eu li uma entrevista de um rapaz que teve a primeira experiencia sexual dele com outro rapaz, por mera curiosidade, sendo induzido na escola, segundo ele. Alberto concorda: “Em Portugal o casamento de pessoas do mesmo sexo existe, não havendo nenhuma censura social, mesmo para quem tem uma visão mais ortodoxa, há uma aceitação dessa realidade com naturalidade, muito mais que no Brasil. O que não vejo é uma pressão da opinião pública e dos influenciadores daqui levando as pessoas a aderir a uma moda, a se tornarem homossexuais por acharem que isso é uma moda”, disse o escritor.

Para o filósofo, o tema da homossexualidade é algo que deve ser respeitado na sociedade, dando a cada um o direito de ter a sua orientação sexual e direitos assegurados: “Odeio julgamentos. Precisamos nos adaptar e viver uma realidade sem tornar isso algo partidário, aprendendo a conviver com isso, pois estamos em um comboio social. Não se deve excluir as pessoas da sociedade por sua orientação sexual. Mas isso no século passado, certamente nao era visto da mesma maneira”, conclui.

Assista ao programa ‘Mesa Filosófica’ com Fabiano de Abreu no Novum Canal: https://www.facebook.com/novumcanal/videos/403231803627401/

477 Publicações

Sobre
Este conteúdo de divulgação comercial é fornecido pela empresa MF Press Global e não é de responsabilidade da Por Dentro de Minas
Artigos
Relacionados
EconomiaMF Press Global

Especialista vê recuperação rápida do setor imobiliário como alerta para adquirir imóveis

O mercado imobiliário de São Paulo já pode se considerar recuperado da grande crise da pandemia do coronavírus. Pesquisa do Sindicato da…
EntretenimentoMF Press Global

Dançarina de Bregafunk se torna cantora e faz sucesso no Nordeste

Natural de Cajazeiras, Paraíba, Ayarla Souza tem 21 anos de idade e poderia ser uma jovem dentre outros tantos que estão espalhados…
EntretenimentoMF Press Global

"Justamente quando falta amor, é quando falta a fé", Teólogo explica como a falta de fé está relacionado a falta do amor ao próximo

Os anos passam, e essa frase cada vez fica mais atual. Pois é perceptível que os seres humanos a cada dia, estão…

Deixe uma resposta