Salão do Estudante deve receber mais de 30 mil participantes

Confira a programação da maior e mais completa feira de cursos no exterior da América Latina e garanta sua presença
Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)
Índice Fechar
  1. Serviço

Maior e mais completa feira de intercâmbio da América Latina, o Salão do Estudante chega ao Brasil no mês de setembro, em sete capitais do País. O objetivo do evento, que deve receber mais de 30 mil participantes, é proporcionar contato direto entre os estudantes e representantes de reconhecidas instituições de ensino internacionais e escolas de idiomas de diversas partes do mundo, bem como com as melhores agências de intercâmbio do Brasil. O atendimento personalizado facilita tirar todas as dúvidas antes de tomar uma decisão.

A edição contará com a participação de 13 países (Alemanha, Argentina, Austrália, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Irlanda, Lituânia, Nova Zelândia, Portugal, Reino Unido e Suíça). Representantes de mais de 200 instituições darão informações sobre cursos de idiomas, ensino médio, graduação, pós-graduação, MBA, mestrado e doutorado, além de cursos de extensão e técnicos, com certificação, preparação universitária, programas de trabalho, estudo e viagem, para jovens, famílias e altos executivos. Será possível saber detalhes sobre custos, descontos, requisitos para admissão, vistos, acomodação, seguro-viagem, passagens aéreas, se matricular nos cursos e até fazer testes de proficiência de idioma.

Birkbeck, Universidade de Londres, na Inglaterra; Universidades do Porto e Lisboa, em Portugal; Universidade de Ulster, na Irlanda do Norte; Richmond School District, no Canadá; e Enforex, na Espanha, estão entre as instituições de renome que participarão da feira. Dos Estados Unidos serão cerca de 15 instituições, entre elas o Rochester Institute of Technology; a Full Sail University; Universidade da Califórnia; e a New York Film Academy, que promoverá o campus da Austrália. Também estará presente a Education USA, órgão do Governo norte-americano que representa outras centenas de universidades.

Destinos e cursos mais procurados

Em 2017, 302 mil estudantes brasileiros fizeram algum tipo de intercâmbio, de acordo com a Pesquisa Selo Belta, divulgada pela Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio (Belta). Segundo estudos feitos pelo Salão do Estudante, os destinos mais procurados são Estados Unidos, Canadá, Portugal, Austrália e Reino Unido.

O principal perfil de quem busca intercâmbio é de jovens e adultos entre 17 e 30 anos, para se tornarem fluentes em um segundo idioma, terem contato com culturas diferentes e melhorar o currículo. Porém, de acordo com levantamento do Salão do Estudante, há um leve aumento no número de estudantes mais velhos buscando estudar fora do Brasil.

Outra constatação é que mais pessoas estão optando por graduação e pós-graduação no exterior para aprimorar o currículo. Portugal é um dos destinos mais procurados para esse tipo de curso. Passou do 5º para o 3º lugar em apenas 1 ano. Isso porque, além de aceitar a nota do ENEM, o país oferece muitos cursos mais baratos que no Brasil – em primeiro e segundo lugar estão Estados Unidos e Canadá. O tempo de graduação é de 3 a 5 anos e os cursos mais procurados são administração, engenharia, marketing e arte e design.

Para os cursos de pós-graduação houve um aumento de 5% na procura, principalmente para MBA. Países como Canadá, Austrália e Nova Zelândia oferecem inclusive incentivo para migração de profissionais altamente qualificados e possibilidade de trabalho durante ou após os estudos.

Driblando a crise

A constante alta de moedas estrangeiras encarece a vida no exterior. Para driblar esse obstáculo sem deixar de fazer intercâmbio, muitos estudantes estão diminuindo o tempo de permanência no exterior ou até mesmo mudando o país de destino. Para os cursos de idiomas, por exemplo, que normalmente são de 4 semanas, há muita gente optando por ficar apenas 2 ou 3 semanas.

Alguns destinos ganham destaque em momentos de crise por proporcionarem um investimento menor. É o caso da Argentina, para quem quer aprender espanhol (ao invés de ir para a Espanha), ou da Lituânia, para aqueles que decidem por uma alternativa mais barata sem abrir mão de estudar na Europa. Já Irlanda e Malta são destinos alternativos para os que querem falar inglês e trabalhar enquanto estudam.

Youtubers compartilham suas experiências

Um diferencial dessa edição do Salão do Estudante será a participação de youtubers e influenciadores digitais que falam em seus canais e redes sociais de temas como viagens, intercâmbio e cursos no exterior. Eles irão compartilhar suas experiências com os visitantes e tirar dúvidas, além de dar dicas de como planejar e aproveitar melhor a viagem.

A feira oferecerá ainda seminários para esclarecer dúvidas sobre os diferentes sistemas educacionais do mundo e de como se matricular em escolas internacionais.

Serviço

Belo Horizonte (MG)
16 de setembro (domingo), das 14h às 18h30,
no Hotel Mercure BH Lourdes, Avenida do Contorno, 7.315 – Lourdes
A entrada na feira é gratuita, mas é preciso fazer inscrição. Mais informações em www.salaodoestudante.com.br.

Sobre o SALÃO DO ESTUDANTE

O Salão do Estudante é a maior feira de intercâmbio da América Latina. Entre mais de 300 expositores, o evento reúne variedades de cursos no exterior e as melhores empresas de intercâmbio do Brasil, para quem procura a melhor faculdade internacional ou simplesmente quer fazer um curso de inglês no exterior. Há oportunidades fora do País para todos os gostos e idades.

Site: www.salaodoestudante.com.br

Total
1
Comp.
Reportagem Anterior

Opinião: Brigando com amor

Próxima Reportagem

Abertura do FIT-BH 2018 leva cinco mil pessoas ao Parque Municipal

Postagens Relacionadas