CulturaEventosÚltimas de Variedade

Chuva Constante em BH

Em sua passagem pela Broadway, em 2009, o espetáculo “Chuva constante” (“A steady rain”), de Keith Huff, levou ao palco dois astros de peso do cinema hollywoodiano: Daniel Craig e Hugh Jackman. Em sua versão nacional, que estreia hoje no Teatro do Leblon, caberá aos atores Augusto Zacchi e Malvino Salvador interpretar os papeis outrora vividos, respectivamente, por Craig e Jackman.

Na peça, dirigida por Paulo de Moraes, os atores são dois policiais, amigos de infância de personalidades completamente distintas, que veem sua relação arruinada por uma sequência de episódios, narrados por cada um de forma diferente. Um deles é passional e com uma vida familiar muito bem estruturada. O outro, mais tímido e centrado nas regras, vive o fracasso. O primeiro recebe o segundo em casa, para ajudá-lo a recomeçar. E, quando um episódio insólito de violência particular faz com que ele inicie uma busca incansável ao criminoso, os destinos de um e de outro vão, aos poucos, se invertendo. A ponto de um assumir o papel do outro. E tudo acontece em dias de muita chuva…

— O fato de os dois personagens serem policiais não importa, mas, sim, o ambiente em que eles vivem, a violência diária a que eles são submetidos. A história é muito mais baseada nos valores de amizade, lealdade, confiança e traição — adianta Malvino Salvador, que, além de atuar, também produz o espetáculo ao lado de Cinthya Graber e Luis Erlanger.

O texto, construído de forma não linear, traz uma espécie de dois monólogos nos quais ora os fatos são narrados para o público, ora um julga a narrativa do outro, ora os personagens conversam entre si.

— A peça tem uma dinâmica bem inteligente e interessante. O autor, Keith Huff, escreve séries como “House of Cards” e “Mad Man”, então ele imprime à peça esta linguagem mais moderna — explica Malvino Salvador.

No palco, o jogo entre os dois atores é complementado por uma atmosfera abstrata e simbólica construída a partir da trilha sonora de Ricco Viana, da iluminação de Maneco Quinderé e por vídeos que são projetados em cena com fragmentos de memórias e outros elementos de cada um dos personagens.

Informações:

Dias 7 e 8 de abril às 21horas

Cine teatro Brasil
R$ 40 (inteira)

Não nos responsabilizamos por mudança no horário e nos dias pelos produtores.

Relacionados
CulturaMúsicaResenha Musical

Crítica Musical: Paul McCartney lança "McCartney III" com influências sonoras dos "últimos álbuns dos The Beatles e Wings"

Álbum sela a trinca de “McCartney I (1970)” e “McCartney II (1980)”; trabalho vendeu mais de 25 mil cópias fisicas na primeira…
Eventos

Prêmio Ser Humano 2020 destaca trabalhos nas empresas no enfrentamento da Covid-19

23 empresas serão premiadas em evento digital no dia 15 de dezembro
Últimas de Variedade

Pesquisa revela que frequência sexual diminui com a idade, mas o interesse por sexo não

A preocupação em relação à frequência sexual é tema ainda bastante comum entre casais. Em relações monogâmicas duradouras o número de transas…

Deixe uma resposta