CulturaEventosÚltimas de Variedade

‘Beije Minha Lápide’, com Marco Nanini, no Teatro Sesiminas

De Nelson Rodrigues, peça ‘Myrna Sou Eu’ volta ao Eva Herz

Espetáculo inspirado em conto de Franz Kafka no Teatro Augusta

O ano de 2015 vai começar com tudo nas artes cênicas em São Paulo. O ator Marco Nanini estrela o espetáculo “Beije Minha Lápide”, com texto de Jô Bilac, que fica em cartaz no Sesc Consolação de 16 de janeiro a 1º de março, com apresentações sempre às sextas e aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 18h. Os ingressos custam até R$ 50.

Na peça, Nanini vive Bala, um escritor com 60 anos, ainda com prestígio, mas afastado do mundo artístico. Politicamente incorreto, Bala é grande admirador do escritor irlandês Oscar Wilde (1854 – 1900).

O túmulo de Wilde, localizado no cemitério Père Lachaise, em Paris, é vedado ao público para evitar a erosão provocada, majoritariamente, pelo batom das visitantes que têm o hábito de demonstrar a admiração pelo escritor beijando a pedra. Uma barreira de vidro impede agora que qualquer um se aproxime.

Ao se deparar com a situação, Bala considerou isso um completo absurdo, além de uma afronta à memória do seu ídolo. Sendo assim, o protagonista da história quebra ele mesmo a barreira de vidro e acaba preso.

Em toda a narrativa, o ator Marco Nanini interage com as outras personagens dentro da caixa de vidro. Um espetáculo que vale a pena conferir!

Relacionados
CulturaMúsicaResenha Musical

Crítica Musical: Paul McCartney lança "McCartney III" com influências sonoras dos "últimos álbuns dos The Beatles e Wings"

Álbum sela a trinca de “McCartney I (1970)” e “McCartney II (1980)”; trabalho vendeu mais de 25 mil cópias fisicas na primeira…
Eventos

Prêmio Ser Humano 2020 destaca trabalhos nas empresas no enfrentamento da Covid-19

23 empresas serão premiadas em evento digital no dia 15 de dezembro
Últimas de Variedade

Pesquisa revela que frequência sexual diminui com a idade, mas o interesse por sexo não

A preocupação em relação à frequência sexual é tema ainda bastante comum entre casais. Em relações monogâmicas duradouras o número de transas…

Deixe uma resposta