Redes Sociais

Concursos e Empregos

Fundação João Pinheiro abre inscrições para concurso público para Especialista em Políticas Públicas

Nota do Enem é utilizada na primeira etapa. Segunda etapa consiste na frequência e conclusão da graduação em Administração Pública

Teve início nesta quarta-feira (20/6) o período de inscrições para o concurso público para provimento de 40 vagas da carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG). O Edital Seplag-FJP nº 001/2018 e o passo a passo para efetivação da inscrição estão disponíveis nas páginas da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e da Fundação João Pinheiro (FJP).

As inscrições custam R$ 60 e poderão ser feitas até 20 de julho na página da Fundação Cefet Minas. Para participar, o interessado deverá apresentar o número de sua inscrição no Enem e de seu CPF.

Cotas

Acatando a uma demanda da Escola de Governo da FJP, a Lei Estadual nº 22.929, de 13 de janeiro de 2018, instituiu as cotas sociais e raciais para ingresso no concurso público Seplag/FJP, constituindo uma das mais significativas conquistas da instituição e um avanço na promoção da democracia e dos direitos humanos no estado.

De acordo com a nova legislação, são destinadas 20% das vagas para pessoas negras; 3% para indígenas; e 17% para pessoas de baixa renda que estudaram em escolas públicas; e 10% para pessoas com deficiência.

Concurso

Os candidatos inscritos que forem aprovados com um mínimo de 350 pontos em cada prova objetiva e 500 pontos na redação do Enem 2018 serão classificados e os primeiros 40 convocados para a segunda etapa, que consiste na frequência e conclusão do curso de graduação em Administração Pública (Csap), ministrado pela Escola de Governo da Fundação João Pinheiro.

Oferecido de forma gratuita, o curso tem duração de quatro anos, período em que os estudantes recebem uma bolsa de estudos mensal correspondente a um salário mínimo.

Após formados, os bacharéis recebem o título de Administradores Públicos e são nomeados para atuar como Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) em um dos diversos órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional do poder executivo estadual.

Carreira

Essenciais para o aprimoramento da gestão pública em Minas Gerais, os EPPGG são aptos a trabalhar nas áreas de planejamento e avaliação, administração financeira e orçamentária, contabilidade, modernização da gestão, racionalização de processos, gestão e tecnologia da informação, recursos logísticos, recursos materiais, recursos humanos e administração patrimonial.

A remuneração do cargo de EPPGG, nível 1, grau A, pode corresponder a até R$ 5.100, aproximadamente, considerando o Vencimento Básico acrescido de 100% da Gratificação de Desempenho e Produtividade Individual e Institucional – GDPI (valor variável).

Excelência

A graduação em Administração Pública da FJP mantém um histórico de excelentes classificações nas avaliações oficiais do país. Em 2017, o curso ficou em 1º lugar entre os de Administração Pública do país no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e conquistou o conceito máximo (5) no Índice Geral de Cursos – IGC (Inep/MEC).

No mesmo ano, obteve o selo de qualidade 5 estrelas na avaliação de cursos superiores do Guia do Estudante – GE da Editora Abril e, em 2016 e 2017, recebeu o Prêmio Melhores Universidades – Excelência especializada.

Além dessas avaliações positivas, o curso obteve conceito “A” na avaliação requerida no processo de renovação de seu credenciamento junto ao Conselho Estadual de Educação, ocorrida em dezembro de 2016.

Continua lendo
Publicidade
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Concursos e Empregos

Brumadinho abre concurso para reforçar área de saúde

Recursos para contratar 132 profissionais serão liberados pela Vale

A prefeitura de Brumadinho está com edital aberto para contratação de profissionais para as secretarias de Saúde e de Desenvolvimento Social do município. São 132 vagas temporárias para médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e agentes de combate a endemias, além de pessoal administrativo e operacional. As inscrições vão até o dia 11 deste mês.

De acordo com nota divulgada nesta tarde (8) pela Vale, os custos das contratações serão de responsabilidade da mineradora, que também arcará com os gastos de logística e do trabalho das esquipes. “Ao todo, serão repassados R$ 3,23 milhões à administração municipal”, informou a Vale.

O objetivo do processo seletivo é reforçar o atendimento dos atingidos pelo rompimento da barragem de rejeitos da mineradora na Mina Córrego do Feijão. Segundo os dados mais recentes, já são 157 mortos e 182 pessoas permanecem desaparecidas.

Os profissionais atuarão, inicialmente, por um período de seis meses. O prazo poderá ser estendido uma única vez, por igual período, caso se avalie a necessidade. Os salários variam de acordo com o cargo e vão de R$ 1.018 a R$ 16.280.

Além dos 132 selecionados pelo concurso, 10 profissionais serão contratados para ocupar cargos de coordenação. Após a conclusão do concurso, os aprovados vão substituir progressivamente integrantes das equipes de saúde que foram disponibilizadas pela Vale após o rompimento da barragem. Segundo a Vale, o Ministério Público de Minas Gerais, a Defensoria Pública do estado, a Defensoria Pública da União e o Movimento de Atingidos por Barragens (MAB) também participaram do acordo firmado com o município.

Preocupações

Na última terça-feira (5), pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) alertaram para a possibilidade de agravamento de doenças crônicas na população de Brumadinho e de regiões vizinhas, sobretudo em locais isolados e sem acesso aos serviços de saúde. A instituição científica, vinculada ao Ministério da Saúde, teme que a falta de acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS) e a dificuldade para obter medicamentos prejudique pessoas que dependam de hemodiálise ou que tenham doenças crônicas, como hipertensão e diabetes.

Leva-se também em conta o fato de que agentes de saúde com as mais diversas atribuições podem ter deixado suas funções originais para atender às emergências. Além disso, há profissionais que precisam lidar com perdas pessoais. “Mesmo se nenhum agente de saúde estiver entre as vítimas, muitos deles tiveram um amigo ou um parente atingido, e que pode ter vindo a óbito. Então, é difícil esperar que essas pessoas consigam manter normalmente sua rotina de acompanhamento de hipertensos, de grávidas, de diabéticos, de pacientes renais. É impensável que as visitas domiciliares não sofram interrupções”, disse o pesquisador Diego Xavier.

A Fiocruz alertou ainda sobre o risco de surto de doenças infecciosas. Isso porque o impacto da lama sobre o bioma traz alterações na biodiversidade local, podendo afetar predadores naturais e favorecer a proliferação de caramujos, transmissores da esquistossomose, e de mosquitos que transmitem doenças como dengue, chikungunya e febre amarela.

Além disso, estudos sobre saúde mental após tragédias ambientais têm mostrado aumento de diagnósticos de depressão e de ansiedade. Outros riscos apontados pela Fiocruz são a contaminação da água do rio e a poeira, que deve se dispersar e pode causar doenças respiratórias, uma vez que a lama seque.

Continua lendo

Concursos e Empregos

Fhemig abre processos seletivos para unidades assistenciais na próxima segunda-feira (28/1)

Objetivo é a contratação de profissionais e formação de quadro de cadastro de reserva para atuação em unidades da fundação hospitalar

Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) torna público que estarão abertas, das 9h do dia 28 de janeiro até às 17h do dia 31 de janeiro (horário de Brasília), inscrições para Processos Seletivos Públicos Simplificados. O objetivo é a contratação de profissionais e formação de quadro de cadastro de reserva para atuação em algumas de suas unidades.

Os interessados devem cadastrar currículos no site www.fhemig.mg.gov.br. Confira, a seguir, os regulamentos listados por unidade:

Hospital Alberto Cavalcanti – Regulamento nº 04/2019

Contratação de profissionais na função de técnico de farmácia e formação de quadro de cadastro reserva nas funções de farmacêutico generalista (área de atuação farmácia hospitalar), farmacêutico especialista em farmácia hospitalar e físico médico para aturem no Hospital Alberto Cavalcanti (HAC).

Hospital Júlia Kubitschek – Regulamento nº 05/2019

Contratação de profissionais nas funções de enfermeiro, técnico de patologia clínica e farmacêutico especialista em farmácia hospitalar  e formação de quadro de cadastro reserva  na função  de técnico de  enfermagem para aturem no Hospital Júlia Kubitschek (HJK).

Administração Central – Regulamento nº 08/2019

Contratação de profissionais nas funções de  técnico  em edificações e engenheiro clínico para aturem na Administração Central da Fhemig (ADC).

Continua lendo

Concursos e Empregos

Site de recrutamento oferece cadastro e envio de currículos gratuitamente

Em um ano de existência, a página já recebeu quase 700 currículos e divulgou 55 oportunidades de trabalho em construtoras

Ano novo e uma lista de novas metas: entre elas, um novo emprego. Se você faz parte do grupo que está em busca de novas oportunidades de trabalho, o site de recrutamento do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), idealizado em parceria com o Grupo Selpe, pode ajudar você.

Em um ano de existência, a página já recebeu quase 700 currículos e divulgou 55 oportunidades de trabalho em construtoras de cidades como Belo Horizonte, Contagem, Santa Luzia, Ribeirão das Neves, entre outras.

As vagas são de empresas associadas ao sindicato e se referem as mais diversas funções. Entre elas, já foram oferecidas oportunidades para advogado, consultor de vendas, auxiliar de Departamento Pessoal, almoxarife e estágio para segurança do trabalho, algumas com perfil para Pessoa com Deficiência (PCD). Entre as mais procuradas pelos candidatos, constam as funções para assistente de contrato de clientes e crédito imobiliário e estágio em Engenharia Civil.

Segundo a supervisora do Centro de Treinamento do Sinduscon-MG, Juliana Loiola, o site de recrutamento é uma ferramenta de comunicação importante. “Além de ser uma página de serviço gratuito, tanto para o profissional quanto para a empresa associada, ela concentra informações relevantes sobre o mercado de trabalho da construção, tais como, perfis de candidatos e quais vagas estão mais disponíveis”, avalia.

Como se candidatar

O cadastro do currículo e a candidatura às vagas são feitos gratuitamente, basta acessar o link www.recrutamentointeligente.com.br/sindusconmg.

Como divulgar uma vaga

Construtoras associadas ao Sinduscon-MG podem divulgar suas vagas pelo link bit.ly/temosvagasnasconstrutoras . As oportunidades serão divulgadas no site de recrutamento e os currículos enviados serão disponibilizados às construtoras interessadas que farão todo processo de contato e seleção dos profissionais.

Além da parceria firmada entre o Sinduscon-MG e o Grupo Selpe para o sistema de currículos, empresas associadas ao sindicato também têm 5% de desconto na aquisição da Plataforma de Recrutamento Inteligente e na contratação dos demais serviços prestados, dentre os quais: recrutamento e seleção de possíveis candidatos às vagas de emprego, treinamento dos usuários ao sistema da plataforma de serviços, fornecimento de mão de obra temporária e terceirizada, avaliação de potencial preditivo e consultoria em Assessment, um processo que permite identificar e avaliar as competências e o potencial profissional de cada pessoa.

Continua lendo