O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.
Seguir

Energia solar é opção para preservar o meio-ambiente e economizar

Por Dentro de Minas - Google News

Vantagens fiscais e sustentabilidade chamam a atenção; período pós-quarentena promete aquecer o mercado

Nos últimos anos, a energia fotovoltaica, popularmente conhecida como energia solar, se tornou uma das grandes apostas do mercado. A preocupação com o meio-ambiente, aliada ao retorno econômico dessa opção, transformou o mercado em um grande expoente para os investidores. A tendência é que, em um futuro próximo, consumidores de todos os segmentos optem ainda mais por esse tipo de energia.

Gustavo Henrique de Almeida, CEO da Amerisolar Brasil, explica que o cenário atual pode beneficiar ainda mais o setor nos próximos anos. “As pessoas estão cada vez mais preocupadas em preservar o meio-ambiente. As notícias e as projeções relacionadas à importância da sustentabilidade coloca a população geral em estado de alerta. Enquanto isso, devido à crise crescente que estamos passando mundialmente por causa da pandemia de coronavírus, muitas pessoas e empresas vão precisar de meios para economizar e reduzir custos”, afirma.

No caso da energia fotovoltaica, especialistas se mostram otimistas exatamente por essa ser uma opção que reúne as duas necessidades principais da sociedade atual. “Economistas, governantes e defensores do meio-ambiente defendem cada vez mais a conscientização sobre os benefícios desse tipo de energia em longo prazo”, completa Gustavo.

Redução de tributos é uma das principais vantagens da energia fotovoltaica

Além de economizarem na conta mensal – a redução pode ser de 95% em relação à conta de energia elétrica convencional – os consumidores também possuem algumas vantagens em relação aos tributos. Para o Imposto sobre circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cada estado brasileiro possui autonomia para decidir o valor de tributação. Gustavo comenta que diversos estados, principalmente aqueles que possuem mais potencial para a geração de energia limpa, já optaram pela isenção do ICMS para os consumidores da energia fotovoltaica. “Este é o caso, por exemplo, de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Distrito Federal e outros. A tendência é que todos os estados brasileiros optem por isso no futuro”, complementa.

Enquanto isso, no caso do PIS e COFINS, que são dois impostos federais, caso o contribuinte consiga realizar a compensação de geração de energia, ele recebe a isenção de tais tributos.

Fonte: Gustavo Henrique de Almeida, CEO da Amerisolar Brasil, Doutor em Direito Privado e Professor Universitário. Possui experiência com Gestão, Consultoria, Implantação de novos negócios, avaliação de risco empresarial, Product Owner de startups.

Para ler mais notícias do Por Dentro de Minas, clique em pordentrodeminas.com.br. Siga também o Por Dentro de Minas no Facebook, no Twitter e por RSS
Total
1
Comp.
Relacionados