fbpx
Redes Sociais

Economia

Loja Bonjour espera crescimento de 40% nas vendas de Natal

As vendas já cresceram desde o mês de agosto


Novembro de 2018 – A empresária Mariana Gomes, proprietária da loja Bonjou, está otimista com a projeção de aumento nas vendas de Natal. A expectativa é um crescimento de 40% em comparação ao ano passado. Mariana explica que o aumento já está sendo registrado desde o mês de agosto. “Estou vendendo o mesmo tanto que o Natal de 2017 desde o mês de agosto. Isso se deve, na minha avaliação, pelo atendimento diferenciado e peças exclusivas para os meus clientes. Fiz um estudo para saber qual o perfil do público, o que gostam mais, entre outros e tem dado certo”, ressalta.

Promoção para atrair a clientela

Até o dia 23 de dezembro os clientes podem aproveitar a promoção Ganhe Mais. Nas compras a partir de RS 1.500 o consumidor ganha um voucher de R$ 250,00 para gastar na loja; compras a partir de R$ 3.000 ganha um voucher de R$ 500,00; e comprar a partir de R$ 5.000 ganha um voucher de R$ 850,00 para gastar na loja.

Há diversas opções como roupas, bolsas, semijoia, mochila infantil, sombrinhas, entre outros. Os produtos variam de R$ 12 a R$ 700 reais. “A ideia é que o cliente se presentei e já consiga comprar os presentes das pessoas queridas em um só lugar. Outro detalhe é que a promoção é acumulativa”, finaliza Mariana.

Daisy Silva – Assessoria de Imprensa e Marketing Digital

Graduada em Jornalismo e Letras

Radialista na Rádio Itatiaia | @coisasdemulheritatiaia

[email protected]| (31) 9 9882-6475

Economia

1ª loja especializada em produtos aeronáuticos chega a BH

A loja oferece uma estrutura diferenciada e produtos de pronta-entrega aos clientes, que até então só eram adquiridos por importação

Foi inaugurada oficialmente na última sexta-feira (23), a primeira unidade, em Belo Horizonte, da empresa internacional Aviation Parts Executive, especializada na importação e exportação de produtos aeronáuticos. O coquetel de lançamento contou com a presença de formadores de opinião, clientes, parceiros e profissionais da companhia.

Os diretores da Aviation: Nora Paredes e Aldo Paredes

Com sede em Miami, nos Estados Unidos, a empresa já possui unidades no México, Colômbia e outros países da América Latina, atendendo assim uma enorme gama de clientes em diversos países incluindo Europa e outros lugares.

Desde 1998 no mercado, a empresa possui uma variedade de produtos aeronáuticos, desde peças para aviação geral e manutenção de aeronaves homologadas e experimentais, agrícolas, executivas e turbo hélice, até mesmo livros e equipamentos de estudo para pilotos. Com uma estrutura diferenciada e personalizada, a loja vai oferecer produtos de pronta-entrega aos clientes, que até então só eram adquiridos por importação. “Em breve, também será possível comprar pela nossa loja E-comerce”, contou Daniel Milaibe, gerente da unidade.

A equipe da Aviation

Para atender a demanda física e eletrônica dos clientes, Daniel conta que a expectativa é dobrar a mão-de-obra contratada em até dois anos e disponibilizar grande parte da estrutura física da loja para o estoque de produtos. “Acreditamos que a chegada da nossa empresa à BH vai ajudar a contribuir com a economia local gerando novas oportunidades de emprego e de negócios”.

Localização estratégica

A possibilidade de ampliação e crescimento da empresa, levando em consideração a demanda crescente desse segmento no país, tornou-se um dos principais motivos para a implantação da loja no Brasil. “Já atendíamos os clientes brasileiros desde 2005 através da nossa unidade, em Miami, e sempre participávamos de Feiras no Brasil, como a SINDAG. Depois de criarmos alguns relacionamentos com o público local vimos uma boa oportunidade no mercado brasileiro”, contou a diretora Nora Paredes.

Convidados durante a inauguração da Aviation

Ela acrescenta que a escolha pela instalação da empresa na capital mineira foi devido à localização estratégica para atender as regiões sul e centro-oeste, ricas em produção agrícola e com grandes clientes da companhia. “Temos também escritório de atendimento em Campo Grande no Mato Grosso do Sul que nos dá suporte nas vendas, mas a nossa maior estrutura está realmente concentrada em Belo Horizonte, que nos ofereceu também melhores condições para a abertura da empresa”, disse Paredes.

Fontes: Daniel Milaibe, Gerente da Aviation Parts Brasil e Nora Paredes, diretora da empresa.

Déborah Ribeiro – Assessora de Comunicação e Imprensa
Letra Comunicação e Marketing
www.letracomunicacao.com
[email protected].com
(31) 3236-1477 ou 98429-7565

Continua lendo

Cultura

Reconhecimento: Dama More Modas participa do “Minas Fashion Week” no grande “Ouro Minas Palace Hotel”

• atualizado em 14/11/2018 às 16:53

Foto: Marcelo Poleze Fotografia.

Marca que tem mais de 20 anos de mercado vem ganhando
destaque pela frequente aparição na mídia e também em
eventos sociais; Celebridades da TV, Youtubers e
outros convidados da ‘Dama More Modas’
estarão presentes no evento

Construir uma marca e consolida-lá no mercado não é uma tarefa fácil, principalmente em tempos de oscilação econômica. No entanto, quando o trabalho é feito com responsabilidade e acima de tudo idoneidade, o reconhecimento chega quando menos se espera e com a “Dama More Modas” não foi diferente. A empresa que tem mais de 20 anos de mercado vem ganhando destaque pelos consumidores, quanto também por artistas da música, jogadores de futebol, apresentadores da TV e por demais jornalistas, já que a “Dama More Modas” está sempre nos jornais e mídias espontâneas.

Por tanta aparição através do seu ótimo trabalho, a Dama More Modas foi convidada para participar do “Minas Fashion Week”, evento que completa 10 anos e que nessa edição mostrará por meio dos desfiles a essência de quem vive no sertão. O evento será realizado no dia 16 de dezembro de 15h30 às 22h30 no Ouro Minas Palace Hotel (Av. Cristiano Machado, 4001 – Ipiranga, Belo Horizonte – MG) com diversas marcas e terá um desfile especial da “Dama More Modas” às 18h, que vem sendo organizado pelo empresário e gestor André Luiz Costa Pinto, um dos grandes nomes da moda mineira e nacional. Nesta edição do Minas Fashion Week, que terá o foco no social, alimentos e donativos serão doados a Ong Amigos de Minas, que converte doações para o Norte de Minas (Ver inscrição abaixo).

André Luiz Costa Pinto (empresário e gestor da Dama More Modas) – Foto: Arquivo Pessoal.

Em entrevista, André Luiz Costa Pinto (empresário e gestor da Dama More Modas) diz que ser convidado para o “Minas Fashion Week” foi de suma importância para os mais de 20 anos de mercado da “Dama More Modas”. De acordo com ele, é um reconhecimento do trabalho que a empresa já vem fazendo há mais de 20 anos. “O convite surgiu há pouco tempo através do Bráulio Ivo, um dos grandes nomes da moda, conhecido por fazer books internacionais. Tive a chance de conhecer ele no programa ‘Bia Top Mais, na BH News TV’. Passando alguns meses após esse encontro, a direção do Minas Fashion Week me ligou convidando a loja para participar do evento, até mesmo por já estarem nos acompanhando nas Redes Sociais, portais de notícias e também na TV. Para mim foi uma satisfação muito grande, pois são mais de 20 anos de trabalho e de muita luta. Estar participando do programa da Bia Top Mais foi fundamental nesse processo”, comenta.

Em relação ao “mercado de moda – consumidor”, André Luiz Costa Pinto diz que a participação da “Dama More Modas” no Minas Fashion Week vai agregar ainda mais reconhecimento para a loja. “Sobre à questão do mercado e claro, reconhecimento da marca, acredito que vai mostrar a nossa qualidade na passarela, tendo preço justo para o consumidor final. Na verdade, o que a Dama More Modas vem trazendo e  sempre mostrando para seus consumidores de todo o Brasil, é que a pessoa pode estar na moda com ‘Looks’ despojados, mas com qualidade e claro, preço acessível. Vivemos em um mundo onde tudo é muito distorcido, infelizmente. Não adianta mostrar na passarela um vestido de R$10 mil que está fora da realidade consumidora de muitas pessoas. Por isso, procuramos buscar de tudo para o consumidor final, agregando valores, menor preço, qualidade e acima de tudo, excelência em nosso trabalho”, comenta.

Espaço do desfile no Ouro Minas Palace.  Foto: Foto: Marcelo Poleze Fotografia.


Celebridades e troféu

André Luiz Costa Pinto adiciona também, que por ser a primeira vez que a “Dama More Modas” participará do Minas Fashion Week, será uma espécie de vitrine para a loja.  “Vai ser uma vitrine para a Dama More Modas e espero estar agregando para as lojas que vão estar presentes também. Lembrando que o Minas Fashion Week vai presentear as empresas com o ‘Troféu Fashion Business’ e isso me deixou também muito contente. Não poderia deixar de dizer também, que no dia do nosso desfile que acontece às 18h, haverá celebridades de renome no evento. A Dama More Modas estará convidando nomes famosos para estarem presentes no dia. No entanto, os nomes só serão revelados alguns dias antes da realização do Minas Fashion Week. Será com toda certeza uma surpresa para os presentes e convidados do evento e tenho toda certeza que as pessoas vão se surpreender”, salientou.

Inscrição e solidariedade

Para participar do “Minas Fashion Week”, André Luiz Costa Pinto (empresário e gestor da “Dama More Modas”), diz que é simples, basta entrar no site do evento. “É muito simples participar, basta entrar no site do evento. O valor será de R$35 mais 1 KG de alimento não perecível. Vale a pena participar desse grande evento que terá o foco no social, na solidariedade. O Minas Fashion Week chega com uma grande ideia para ajudar os moradores do Norte. Aliás, o que mais me motivou a participar deste grande evento, foi a questão do cunho social. Sempre fiz esse tipo de trabalho para ajudar o próximo, como ONG´s e outros e quem me conhece sabe disso. Por isso, é com grande prazer que a ‘Dama More Modas’ estará no evento em dezembro. Se você gosta de moda e também de ajudar o próximo, o Minas Fashion Week é com toda certeza a grande pedida para esse fim de ano. Agradeço imensamente o convite da direção do Minas Fashion Week para participar deste grande evento”, concluiu.

Outras informações pelo: www.minasfashionweek.com.br. Participe deste grande evento.

Continua lendo

Economia

Idosos e mulheres lideram a inadimplência em Minas

Redução da renda tem levado esse público a não conseguir quitar seus débitos em dia

Os consumidores mineiros com mais de 65 anos e as mulheres são os mais inadimplentes do Estado. Essa parcela da população vem sofrendo queda em suas receitas, e por isso estão encontrando mais dificuldades para pagar suas contas. Em setembro, o endividamento entre os idosos apresentou crescimento de 29,68%. “Essas pessoas, em sua maioria, são aposentadas e têm suas despesas elevadas com o os gastos relacionados a saúde, alimentação e medicamentos, o que favorece o aumento da inadimplência”, justifica o presidente do Conselho Estadual de SPC de Minas Gerais, Bruno Falci. “Além disso, muitos deles seguem sendo os responsáveis financeiros pelas famílias, tendo que arcar com todas as despesas domésticas, o que impede que destinem seus recursos para o pagamento dos débitos em atraso”, acrescenta. Já entre as mulheres, a alta foi de 3,48%, enquanto o aumento para os homens foi de 2,35%. A inadimplência do público feminino tem apresentado crescimento devido o desemprego entre elas ser mais elevado (Mulheres em 13,9% / Homens em 11% – 2º tri.18 – IBGE), e por terem um rendimento médio menor em relação aos homens (Mulheres em R$ 1.519 / Homens R$ 2.072 – 2º tri.18 – IBGE).

Em setembro, na variação anual (Set.18/Set.17), número de consumidores inadimplentes do Estado avançou 4,32%. Esta alta é reflexo da elevação da inflação (Acumulado dos últimos 12 meses em 3,34%) que reduz a renda dos consumidores, e da taxa de desocupação, que mesmo em queda, permanece alta (2º tri.18 em 10,8%/2ºtri.17 em 12,2% – IBGE). “O enfraquecimento do ritmo de crescimento econômico contribui para manter o desemprego elevado, o que proporciona o avanço no quadro de inadimplência”, explica Falci. “Além disso, o aumento da inflação impacta, diretamente, no custo de vida das famílias, diminuindo a renda disponível para o pagamento das dívidas” acrescenta. O parcelamento e o atraso do pagamento dos salários dos servidores públicos do Estado também vêm influenciado o aumento da inadimplência no Estado. Na variação mensal (Set.18/Ago.18), houve queda de 0,61% no número de pessoas inadimplentes.

Número de dívidas dos mineiros registra queda de 1,48%

De acordo com o Indicador de Dívidas em Atraso, em setembro, na comparação com o mesmo mês do ano anterior (Set.18/Set.17), houve redução de 1,48% no número de débitos vencidos. Na variação mensal (Set.18/Ago.18), a queda foi de 0,78%. Essas reduções estão atreladas ao decréscimo da taxa de juros e a entrada de renda extra na economia via PIS/Pasep e o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados do INSS em agosto.

Na abertura por faixa etária, a maioria das dívidas registradas também se concentrou entre as pessoas com mais de 65 anos (24,7%).

Inadimplência e número de dívidas das empresas sobem em setembro, reflexo da lenta recuperação econômica do País

Em setembro deste ano, na variação anual (Set.18/Set.17), houve crescimento de 4,88% no número de pessoas jurídicas inadimplentes. “A atual situação econômica vem desafiando as empresas mineiras. Elas têm encontrado dificuldades para equilibrar o orçamento e por isso seguem acumulando contas em atraso”, explica Falci. “A recuperação da economia segue mais lenta do que o previsto, e não tem sido suficiente para recuperar as perdas dos últimos anos”, acrescenta o presidente. Na base de comparação mensal (Set.18/Ago.18), o endividamento das empresas cresceu 0,23%.

O segmento que detém a maior quantidade de empresas devedoras, registradas em setembro de 2018 em comparação com o mesmo período de 2017, é o setor de Serviços com 7,56%. Em Minas Gerais, no acumulado do ano (Jan.18 – Ago.18), o setor de serviços sofreu uma retração nas suas atividades na ordem de 0,8%, de acordo com dados do IBGE. “Com essa redução nas atividades a receita das empresas tem diminuído e, como consequência, sua capacidade de pagamento tem sido afetada”, justifica o presidente do Conselho Estadual de SPC de Minas Gerais.

O número de dívidas das empresas mineiras, na comparação anual (Set.18/Set.17), apresentou aumento de 1,47%. Deve-se destacar que embora o volume de débitos vencidos esteja apresentando crescimento, o indicador está menor (-1,53 pontos percentuais) em relação ao mesmo período de 2017. Já na variação mensal (Set.18/Ago.18), a quantidade de contas em atraso reduziu 0,08%.

Continua lendo