Aumento dos alunos acima de 40 anos nas universidades

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Novas oportunidades de trabalho é um
dos principais motivos para tal aumento

Na última década, de acordo com o Ministério da Educação, o número de estudantes com mais de 40 anos nas faculdades aumentou em mais de 180%. Essa estatística mostra uma nova tendência que tem surgido no mercado. Os motivos que levam essas pessoas a ingressarem na vida acadêmica são diversos. Entre eles, a facilidade que alguns não tiveram na juventude, a vontade de conhecer uma nova área de formação e a possibilidade de recolocação no mercado de trabalho são os mais presentes.

O professor e diretor universitário, Gustavo Henrique de Almeida, especialista em educação, esclarece que a necessidade de se reinventar profissionalmente e as novas oportunidades que surgem a partir da formação acadêmica são os motivos mais relatados pelos alunos. “O conhecimento nos torna pessoas melhores, em harmonia com o mundo. Profissionalmente é indiscutível que as pessoas passam a ter mais oportunidades”.

Mas, ao mesmo tempo em que a possibilidade de renovação chega, os estudantes nessa faixa etária também sofrem com algumas dificuldades a mais para conciliarem estudo, trabalho, vida pessoal, entre outras coisas. O especialista garante que aprender a administrar bem o tempo e trabalhar em equipe é a melhor opção para conseguir obter êxito em tais atividades.

Expectativa x Realidade

Alguns alunos ficam em dúvida a respeito do curso que escolhem e, até mesmo, sentem medo na hora de iniciar a graduação. Porém, o professor explica que ao estabelecer objetivos concretos, dificilmente há arrependimento. “O principal aspecto a ser considerado diz respeito aos objetivos que se pretendem alcançar na vida e na profissão e, aí sim, escolher o curso adequado”, ressaltou Gustavo.

Outro ponto que auxilia na realização de expectativas do individuo também está relacionado à experiência de vida. Segundo Almeida, tal característica aliada aos conhecimentos acadêmicos tornam os profissionais mais qualificados para o mercado de trabalho.

Fonte: Gustavo Henrique de Almeida, professor universitário, especialista em educação e diretor da Fupac Nova Lima (Faculdade Presidente Antônio Carlos de Nova Lima).

Assessoria de Imprensa

Déborah Ribeiro – Assessora de Comunicação e Imprensa

Letra Comunicação e Marketing

www.letracomunicacao.com

[email protected]

(31) 3236-1477 ou 98429-7565

Total
1
Comp.
Reportagem Anterior

Transferência de Multas – o que é e como fazer?

Próxima Reportagem

Secretaria de Fazenda divulga a escala de pagamento do mês de dezembro

Postagens Relacionadas