Carlos NUnes - Foto: Glaucia Rodrigues

26º Festival de Inverno de Congonhas

O 26.º Festival de Inverno de Congonhas acontece entre os dias 15 e 29 de agosto, com cerca de 60 atrações, incluindo shows, espetáculos de teatro e dança, bate-papos e oficinas (que tiveram inscrições antecipadas). A realização é da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Congonhas com patrocínio do Instituto Cultural Vale. Devido a pandemia da Covid-19, a programação gratuita vai ser exibida em formato virtual, com transmissão pelos canais oficiais da Prefeitura Municipal de Congonhas na web, Facebook (PrefeituradeCongonhas) e Youtube (CanalCongonhas) .

Entre as atrações de teatro está o Grupo Galpão, com apresentação do espetáculo “Till, a saga de um herói torto”. A exibição gravada será no dia 18 de agosto, quarta-feira, às 19h. Em seguida, às 20h30, acontecerá bate-papo ao vivo com as atrizes do Grupo Galpão Teuda Bara e Inez Peixoto, com mediação do curador do 26.º Festival de Inverno de Congonhas, João Sabará. A montagem estreou em 2009 e traz a saga de Till, repleta de presepadas e velhacarias. Till é o típico anti-herói cheio de artimanhas e dotado de um irresistível charme. Um personagem encontrado em várias culturas, que se assemelha muito ao nosso Macunaíma ou Pedro Malasartes. Outro destaque da programação teatral é o espetáculo “Comi uma galinha e tô pagando o pato”, de Carlos Nunes, com exibição na sexta-feira (19/8), às 20h. No palco, o ator interpreta o presidiário Zé da Silva, narrando, com muito humor e pitadas de ironia, como foi parar na prisão após roubar a galinha de estimação da filha de um deputado.

Dentre os espetáculos de dança, o Grupo Corpo apresenta no 26.º Festival de Inverno de Congonhas a montagem “Triz”. Com coreografia de Rodrigo Pederneiras e músicas de Lenine, a exibição gravada vai ao ar na terça-feira (24/8), às 19h. A sensação de estar sob a mira da mitológica espada de Dâmocles, suspensa por um tênue fio de crina de cavalo, foi tão imperativa durante todo o período de gestação da dessa obra do Grupo Corpo que acabou não apenas se impondo como o grande mote para a sua criação, mas servindo, também, de inspiração para o seu nome – Triz, palavra de sonoridade onomatopaica, que tem nos vocábulos gregos triks/trikós (pelo, cabelo) sua mais provável origem etimológica, simbolizada pela expressão por um triz (por um fio).

A programação de shows conta com a importante valorização dos artistas locais, com mais de 30 apresentações. O experiente músico e violeiro Chico Lobo é convidado da programação para um bate-papo com o tema “Como ajudar o artista enfrentar esses tempos de pandemia”, às 20h, no dia 26 de agosto, quinta-feira, seguido de seu show, às 21h.

O secretário municipal de cultura de Congonhas, Jean Angelo de Oliveira, destaca a importância em manter ativo o tradicional evento na cidade. “Os Festivais de Inverno, que têm destaque em diversas cidades do interior de Minas Gerais, cumprem a nobre missão de trazer ao público os talentos regionais, as “pratas da casa”, além de artistas de destaque na cultura nacional. Em Congonhas, cidade que tem sua efervescência religiosa, cultural e turística, queremos manter, ainda mais vivo, neste momento de pandemia, o nosso festival, buscando proporcionar momento de alegria e entretenimento a todos”, diz o secretário.

O curador do 26.º Festival de Inverno de Congonhas, João Sabará, conta que a programação foi pensada de forma a trazer toda a multiplicidade artística de Congonhas, mesclada com o que é produzido nacionalmente. “Nosso festival é norteado pensando em agradar a adultos, jovens e crianças. Queremos apresentar ao público o rico elenco de artistas e intelectuais da cidade de Congonhas; e também grupos de reconhecimento nacional e mundial. No escopo oferecemos uma diversidade temática. E, sendo a programação virtual, damos a oportunidade da população congonhense e de fora da cidade em participar”, destaca o curador.

Programação

Abertura – Homenagem Gustavo Procópio

A abertura acontece no dia 15 de agosto, domingo, a partir das 17h, com a apresentação do documentário “Através das lentes: a música e a proposta de vida do artista congonhense Gustavo Procópio”, homenageado desta edição, que faleceu em abril de 2021, aos 29 anos, vítima da Covid 19. Após a exibição do filme, vai ser realizado o show “Tributo a Gustavo Procópio”, com os artistas de Congonhas Marcelo Heidenreich, Vinicius Resende, Allan Bernardo, Sérgio Pierre, Izabella Vasconcelos, Felipe Seabra e Wellington Souza. E para encerrar a noite, dois shows estão na programação “Parceiragem”, com Tadeu Franco e Felipe Bedetti; e “Soul do Bem – #Todosjuntoseseparados”, com a banda Soul do Bem, às 20h30.

TEATRO

A programação teatral terá início na terça-feira, dia 17 de agosto, às 18h, com o espetáculo “Tempos de Janela”, do grupo Dez pras Oito, de Congonhas.

Na quarta-feira (18/8), às 19h, será apresentado o espetáculo “Till – A Saga de um herói Torto”, do Grupo Galpão, seguido de bate-papo, às 20h30, com as atrizes Teuda Bara e Inez Peixoto, integrantes do grupo, com mediação do curador do Festival de Congonhas, João Sabará.

Na sexta-feira (19/8), às 20h, o ator Carlos Nunes é o convidado para apresentar o espetáculo “Comi uma galinha e tô pagando o pato”.

Na terça-feira (24/8), às 18h, acontece o espetáculo “Por trás da Serra”, com a Trupe Caldeirão de Teatro e direção de Junior Padovani.

Na sexta-feira (27/8), às 20h, o grupo Terceiro Sinal apresenta o espetáculo musical “Uma Noite na Broadway”.

DANÇA

Na quarta-feira (18/8), às 18h, estreia o espetáculo de dança “Toda Forma de Amar”, com os dançarinos Leticia Dias e Filipe Santana.

No sábado (21/8), às 16h, acontece a apresentação do espetáculo de dança “Valorizando a graciosidade de Congonhas”, com integrantes da Escola de Danças Lorrayne.

Na terça-feira (24/8), às 19h, acontece a apresentação do espetáculo de dança “Triz”, do Grupo Corpo, com coreografia de Rodrigo Pederneiras e músicas de Lenine.

No domingo (29/8), tem encerramento do espetáculos de dança, às 16h, com os integrantes do Studio de Dança Melissa Ribeiro.

PARA CRIANÇAS

No sábado (21/8), às 17h, acontece o show “Pirulito e Amigos”, com o Palhaço Pirulito.

No domingo (22/8), às 17h, as crianças se divertem com o espetáculo “Achadouros – Teatro para Bebê”, com o grupo Criadouros.

No domingo (29/8), dois espetáculos fazem o encerramento da programação infantil. Às 17h tem apresentação do Grupo Pé de Sonho; e às 18h, a peça “O menino e a árvore”, do grupo Centro Cultural Casa do Teatro, com direção de Geraldo Lafayette.

EXPOSIÇÃO

O 26.º Festival de Inverno de Congonhas apresenta a exposição “Nova Estrada – Jomadi”, com curadoria de Tales Sabará, na segunda-feira, às 20h30.

PALESTRA

Na quinta-feira (19/8), às 17h, ocorre a palestra “A linguagem dos sinos e sua importância na paisagem sonora de Congonhas”, com Rafael Mendes de Resende. São 50 vagas, com apresentação na plataforma Google Meet e os interessados podem se inscrever por meio de formulário disponível no site da Prefeitura de Congonhas ( https://bit.ly/36WiKtm ).

SHOWS MUSICAIS

Na segunda-feira (16/8) estão “Voz e Violão com Franciele Karen”, cantando MPB, às 19h; e o Grupo Carpiah, apresentando “Antinatural”, às 20h30.

Na terça-feira (17/8), às 19h, apresenta-se a cantora Maria Alice Santana, com o “Ritmos no Tempo”.

Na quarta-feira (18/8), às 21h, o público confere o show “Ton’s de Amizade”, com o grupo Wellington Souza Quarteto.

Na quinta-feira (19/8) acontecem os shows de artistas locais “A fé e o piano”, de Samuel Damian, às 18h; e “Latinamericanus”, às 19h.

Na sexta-feira (19/8), às 19h, tem o show “Junto e Misturado”; e às 21h, Julio Beisamba apresenta “Beisamba – A Raiz do Samba”.

No sábado (21/8), às 18h, ocorre a apresentação do show “Acrônico”, com a artista Marianny Queiroz. Em seguida, às 19h, acontece o show da Banda Meridian. e às 21h, tem o “Rock no Carvoeiro”, com a Banda Dedé Carvoeiro.

No domingo (22/8), às 18h “Forrozeando pelas Gerais”, com Deise Lucci; “Xote do Bom”, às 19h; e “Mineiros de ferro, às 20h30.

Para começar a semana, na segunda-feira (23/8), às 18h “Another Quiet Fall Live”; “Sarau de Inverno”, às 19h, com os artistas Joseane Nogueira, Nilo Sérgio, José Rolinha e Januário Baía; e “Noite de Adoração”, com integrantes da AMPEC – Associação Municipal De Pastores Evangélicos De Congonhas, às 20h30.

Na terça-feira (24/8), às 20h30, acontece o show do Grupo Força Vocalis.

Na quarta-feira (25/8) às 18h “Forró e sertanejo”, com Gilson Santos e convidados; Jean Lucas e Banda, às 19h; e Gian Resende e Banda, às 21h.

Na quinta-feira (26/8), às 17h, a música colonial mineira será apresentada no concerto “Tributo a Aleijadinho”, com o Coral da Cidade dos Profetas. Às 18h show com Adriano Maia e Banda. Em seguida, às 19h, Kadu Soares e Banda apresenta o show “Raízes”; e às 20h, tem o bate-papo “Como ajudar o artista enfrentar esses tempos de pandemia”, com o violeiro Chico Lobo, seguido de show com o artista às 21h.

Na sexta-feira (27/8), Alvinho Alves e Cia. abrem a programação de shows, às 18h. Em seguida, às 19h show de Átila Caiafa e Convidados; e às 21h, Rick e Ricardo encerram a noite

No sábado (28/8), quatro shows estão na programação. Às 17h, Marcos Jerônimo apresenta “Os poetas não morreram”; às 18h, tem “O Cantar da Viola”, com o grupo Viola ao Vento; às 19h, Banda Vicio do Forró; e às 20h30 encerramento com Mayara Rodriguez.

No domingo (29/8), o Festival de Inverno de Congonhas encerra sua programação com os shows “Samba para todos os gostos”, com o grupo Cadência do Samba, às 19h; e “Relembre o melhor dos anos 80!”, com o grupo Estado Crítico, às 20h30.

Serviço

26º Festival de Inverno de Congonhas
Dias: de 15 e 29 de agosto
Gratuito com transmissão pelos canais da Prefeitura Municipal de Congonhas:
Facebook (PrefeituradeCongonhas) – facebook.com/PrefeituradeCongonhas
Youtube (CanalCongonhas) – youtube.com/canalcongonhas

The event is finished.

Data

15 - 29 08 2021
Expired!

Horário

08:00 - 22:00

Valor

Grátis

Mais Informações

Mais informações

Localização

Congonhas
Praça Pres. Juscelino Kubitscheck, 135 - Centro, Congonhas - MG, 36415-000
Categoria

Organizador

Prefeitura Municipal de Congonhas
Website
https://www.congonhas.mg.gov.br/
Mais informações



Deixe um comentário