O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.

América-MG bate Cruzeiro e aumenta vantagem na semifinal do Mineirão

Vitória por 2 a 1 veio com lances polêmicos e atuação do VAR
América-MG bate Cruzeiro e aumenta vantagem na semifinal do Mineirão - Foto: Mourão Panda/América
América-MG bate Cruzeiro e aumenta vantagem na semifinal do Mineirão – Foto: Mourão Panda/América
Por Dentro de Minas - Google News

Em partida com lances polêmicos, o América-MG venceu o Cruzeiro de virada por 2 a 1 no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Mineiro, realizado neste domingo (2) no Mineirão. A Raposa saiu na frente no primeiro tempo com Rafael Sobis e o Coelho reverteu o placar no fim da segunda etapa, com gols de Alê e Ademir.

Como foi o segundo colocado da fase classificatória, o Coelho começou a decisão com a vantagem de dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols. O clássico mineiro começou com o Cruzeiro pressionando e atacando pelas laterais com cruzamentos perigosos, principalmente de Cáceres. O Coelho jogava em contra-ataques, exigindo boas defesas de Fábio.

O lance polêmico do primeiro tempo veio em um lançamento para Bruno José. Em posição duvidosa, o jogador do Cruzeiro avançou pela direita e passou para Rafael Sobis finalizar de canhota. O juiz anulou o gol mas, após a conferência do VAR, reviu a decisão e validou o tento cruzeirense. Após muitas reclamações, o técnico do América, Lisca, recebeu o cartão amarelo e está fora da segunda partida da semifinal.

O Coelho iniciou a segunda etapa procurando espaços na defesa cruzeirense. Aos nove minutos o artilheiro americano, Rodolfo, acertou a trave em uma forte arremetida. A resposta veio num bate-rebate na área do América, com finalização certeira de Aírton. Porém, no início da jogada, o VAR acusou impedimento de Matheus Barbosa. Gol celeste anulado.

O América não desistiu e foi recompensado. A reviravolta na partida começou aos 40 minutos, com um gol de cabeçada de Alê, complementando um escanteio batido por Leandro Carvalho, que estava na reserva.

A caixinha de surpresas do futebol se materializou quatro minutos depois. Ademir se infiltrou na defesa da Raposa e completou o lançamento de Leandro Carvalho, estufando a rede de Fábio. Com a histórica vitória por 2 a 1, o Coelho aumenta a vantagem na semifinal.

Quem passar deste confronto vai pegar o vencedor de Atlético-MG e Tombense na final. O Galo venceu a primeira partida neste sábado (1º de maio) por 3 a 0, no Independência.

Para ler mais notícias do Por Dentro de Minas, clique em pordentrodeminas.com.br. Siga também o Por Dentro de Minas no Facebook, no Twitter e por RSS
Total
300
Comp.
Relacionados