O Por Dentro de Minas é um portal de notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Últimas notícias, informações em tempo real do trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, emprego, colunas, blogs e coberturas especiais.
 

publicidade

Alô Liberta! Galo joga pro gasto, vence o Figueira e encaminha vaga direta para a Libertadores

Acidente deixa motorista do carro morto em Caldas, no sul de Minas (Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal)
Por Dentro de Minas - Google News

Vitória importante! O Atlético não jogou bem, venceu, mas não convenceu. Entretanto o que importa mesmo são os três pontos conquistados fora de casa. O time mineiro derrotou o Figueirense por 1 a 0 na tarde deste domingo (8) em jogo válido pela 34ª rodada do Brasileirão 2015, que foi disputado no Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). O gol da vitória foi marcado pelo argentino Dátolo no final da partida.

Com a vitória em Santa Catarina, o Galo garantiu matematicamente vaga na chamada pré-libertadores, já que os mineiros garantiram no mínimo o quarto lugar do Brasileirão 2015. Mas o Santos ainda está jogando neste domingo e se ele perder, a equipe atleticana também terá garantido a vaga direta na fase de grupos da competição sul-americana. Além disso, o Atlético também adiou a festa do Corinthians pelo título nacional.

O Galo se reabilitou após a derrota para o Corinthians e manteve a vice-liderança do Brasileirão com 65 pontos. Neste momento, o Atlético tem uma vantagem de cinco pontos a frente do Grêmio, que é o terceiro colocado. Porém os gaúchos ainda entram em campo na noite deste domingo contra o Sport, às 19h30, em Recife (PE). O Figueirense com a derrota segue ameaçado pelo rebaixamento e é o 15º colocado com 36 pontos, dois a mais que o primeiro time do Z-4.

O Atlético e o Figueirense terão um tempo bom para se preparam visando a próxima rodada do Brasileirão 2015. O Galo só volta a jogar agora daqui há 11 dias. O time mineiro voltará a jogar fora de casa e irá visitar o São Paulo no próximo dia 19, quinta-feira, às 22h, no Morumbi. O zagueiro Leonardo Silva e o lateral-esquerdo Douglas Santos levaram o terceiro amarelo e não enfrentam o Tricolor Paulista. Já os catarinenses vão duelar com a Ponte Preta no dia 18, quarta, às 21h, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Placar em branco no primeiro tempo; Árbitro quase erra feio

O Atlético e o Figueirense precisavam vencer neste domingo. Mesmo fora de casa, o Galo tomou a iniciativa do jogo e começou tentando ir pra cima. Porém o time alvinegro voltou a cometer os mesmos erros dos últimos jogos, pecando muito no último passe. Os mineiros praticamente não conseguiram finalizar, apesar de chegarem algumas vezes ao ataque. Já os catarinenses começaram esperando o adversário, mas aos poucos foram gostando do jogo e começaram a assustar bastante a equipe atleticana.

Aliás, a defesa atleticana novamente não passou muita segurança para os seus torcedores e bobearem em alguns lances. Os catarinenses tiveram as melhores chances do primeiro tempo. Aos 12 minutos, Clayton recebeu boa bola na área e se aproveitou de outro ponto fraco do Galo, a linha de impedimento que não tem funcionado, para chutar a mandar para fora.

O Atlético até teve mais posse de bola na primeira etapa, mas foi muito pouco criativo e também pouco efetivo. O gol do Figueirense parecia se amadurecer depois dos 20 minutos. Aos 20, cobrança de escanteio na área e a bola sobrou para Clayton na marca do pênalti, ele chutou forte, porém mandou pra fora.

Um lance curioso e de uma certa forma polêmico ocorreu aos 23 minutos. Após chute do adversário, a bola bateu em Leonardo Silva na entrada da área. O árbitro paulista Marcelo Aparecido de Souza imediatamente marcou falta e expulsou o zagueiro atleticano. A bola teria batido no braço do defensor. Uma confusão se formou no campo com os atleticanos reclamando muito do lance. Depois de conversar com os seus auxiliares, o árbitro voltou atrás e desmarcou a falta, além e tirou o cartão dado ao defensor atleticano.

Vale ressaltar que pelas imagens da TV, a bola bateu mesmo na barriga de Leonardo Silva e não no braço. Portanto o árbitro acertou em voltar atrás no lance e por pouco não errou feio. No finalzinho, o Figueirense teve uma chance para abrir o placar. Aos 46 minutos, Marquinhos tentou de cabeça livre e mandou para fora. Placar em branco no primeiro tempo. 0 a 0.

Jogo fica feio; Gol no final e vitória importante

O Atlético voltou para a etapa final como terminou o primeiro tempo, errando muito e deixa o Figueirense jogar. O time catarinense se manteve superior em campo e o seu gol parecia amadurecer cada vez mais. Mas o Galo conseguiu se segurar mesmo aos trancos e barrancos. Aos 3 minutos, João Vitor ficou com sobra de bola e arriscou o chute, Victor fez boa defesa no lance.

Quando não era Victor que salvava, a zaga atleticana conseguia afastar. Aos 9 minutos, Carlos Alberto recebeu livre na área e finalizou tirando do goleiro atleticano, a bola parecia que ia entrar, mas Jemerson afastou de cabeça para evitar o gol catarinense. Três minutos depois, Carlos Alberto apareceu sozinho na área de novo cara a cara com Victor e o goleiro atleticano fez defesa sensacional salvando novamente o Galo.

Com o Atlético mal em campo e vendo o Figueirense chegando perto de abrir o placar, o técnico Levir Culpi resolveu mudar a equipe aos 16 minutos. Ele mandou a campo Thiago Ribeiro e Patric nas vagas de Lucas Pratto e Marcos Rocha. O Galo ganhou em velocidade e movimentação. Os mineiros voltaram a atacar e ficaram melhor em campo. Aos 17 minutos, Patric cruzou na área e Thiago Ribeiro cabeceou para fora com perigo.

O jogo não estava muito bom, tava feio. Mas melhorou depois dos 20 minutos. O que nenhum jogador do Atlético estava fazendo, o volante Leandro Donizete fez. Aos 20 minutos, ele bateu de fora da área e obrigou o goleiro Alex Muralha a fazer grande defesa.

Na reta final da partida, o Galo lutou muito e começou a assustar muito o Figueirense. Aos 36 minutos, Douglas Santos apareceu bem pela esquerda e cruzou para Luan desviar de cabeça, a bola saiu com perigo perto do gol do goleiro Alex Muralha. A luta atleticana foi recompensada, apesar do time não ter jogado tão bem. Aos 45 minutos, Luan recebeu de Patric na área pela direita e rolou para Dátolo no meio, o argentino limpou bem o zagueiro e bateu com o pé direito para o fundo do gol. Vitória importante do Atlético em Santa Catarina. 1 a 0.

Veja a ficha técnica do jogo:

FIGUEIRENSE 0 X 1 ATLÉTICO

Motivo: 34ª rodada do Brasileiro 2015
Data/horário: 08/11/2015, domingo, às 17h
Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (FIFA SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Gol: Dátolo (ATL), 45min 2ºT

Cartões amarelos: Leandro Silva e João Vitor (Figueirense); Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos (Atlético)

Figueirense: Alex; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Juninho; Fabinho, João Vitor, Rafael Bastos (Marcão) e Carlos Alberto (Marcelinho); Thiago Santana (Celsinho) e Clayton. Técnico: Hudson Coutinho.

Atlético: Victor; Marcos Rocha (Patric), Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Luan (Tiago), Giovanni Augusto e Dátolo; Lucas Pratto (Thiago Ribeiro). Técnico: Levir Culpi.

 

Total
0
Comp.
Relacionados