Redes Sociais

Atlético-MG

A Estrela de Jô brilha e atleticanos soltam o grito de “É Campeão”

Após quebrar o jejum de um ano sem marcar, Jô faz gol do título mineiro

A palavra ‘dificuldade’ parece aguçar o ego atleticano. Em mais um jogo de superação, o Atlético levou o 43º título de Campeão Mineiro vencendo a Caldense por 2 a 1, de virada, no estádio Melão em Varginha, no último domingo.

O time da casa precisava somente do empate, enquanto o time da capital somente a vitória interessava. No primeiro tempo, a Caldense mostrou porque estava na final e com um time muito organizado foi para cima do Atlético e deu trabalho para a zaga alvinegra. Ao sair para o vestiário, o título estava próximo e aquele domingo seria talvez o mais importante dia do time do interior.

Mas, o Levir Culpi deixou a sorte de lado e resolveu arriscar com as peças que tinha para ir para frente e tentar arrancar a vitória, já que o time tinha sido pouco ofensivo na etapa inicial. O segundo tempo começou com as duas equipes procurando o gol, Galo com mais pressa, porém mais firme e com maior posse de bola. O técnico alvinegro foi ousado e fez as substituições que foram fundamentais para a conquista do título, tirou Leandro Donizete e Carlos, colocando Giovanni Augusto e Thiago Ribeiro e o resultado veio logo. Aos 10 minutos da etapa final, Marcos Rocha cobrou lateral, Lucas Pratto foi na bola, mas Thiago Ribeiro foi quem abriu o placar de 1 a 0. Nem deu tempo de comemorar e a Caldense em três minutos empatou com Luiz Eduardo em uma forte cobrança de falta, que Victor rebateu. Com o empate, a Caldense estava novamente com a mão na taça.

Foi com empate que Levir resolveu tirar Douglas Santos e colocar o atacante Jô, que fez a diferença após tantos jogos sem marcar. Aos 33 minutos, com lançamento de Luan, Jô chutou forte, sem chances para o goleiro da casa, que vinha de uma sequência de jogos sem tomar gol. O gol de Jô foi suficiente para que o time alvinegro levasse o título para Lourdes. Muito emocionado, o atacante agradeceu a todos que o apoiaram e fez homenagem ao filho que estava hospitalizado.

O jogo foi marcado por polêmicas, pênalti não marcado para o Atlético no primeiro tempo em cima de Luan e o gol de Jô, que segundo jogadores e torcedores da Caldense estava impedido. Após várias opiniões de árbitros e reprises do jogo, foi afirmado que o segundo gol do Atlético foi legal, pois o zagueiro da Caldense vai em direção à bola com objetivo de cortar o cruzamento de Luan e isso caracteriza outra jogada. De acordo com as regras da FIFA o gol foi válido, o que causou muita movimentação entre torcedores rivais, principalmente nas redes sociais.

Atlético-MG

Grêmio x Atlético-MG: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão 2019

Brasileirão 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe Grêmio x Atlético-MG: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Continua lendo

Atlético-MG

Atlético-MG x Flamengo: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão 2019

Brasileirão 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe Atlético-MG x Flamengo: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Continua lendo

Atlético-MG

Atlético-MG x Palmeiras: acompanhe ao vivo pelo Brasileirão 2019

Brasileirão 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe Atlético-MG x Palmeiras: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Continua lendo