No apagar das luzes! Após levar gol aos 41, Coelho arranca empate contra o Atlético-GO no último minuto

Por Dentro de Minas - Google News (pordentrodeminas - googlenews)

Menos mal! O América precisava da vitória para voltar a colar no G4, mas acabou levando gol aos 41 minutos da etapa final, porém o final desta vez foi diferente. Mesmo o jogo não tendo sido tão bom e com muitos desfalques, o time mineiro lutou muito e conseguiu empatar a partida contra o Atlético-GO já aos 48 minutos, no último lance do duelo no Serra Dourada. O zagueiro Wesley Matos acabou sendo o herói e aproveitou vacilo da defesa adversária para deixar tudo igual em Goiás. O gol dos donos da casa foi marcado pelo atacante Arthur.

Com o empate aliviador no finalzinho do jogo válido pela 27ª rodada da Série B 2015, o Coelho se manteve na sexta colocação com 42 pontos, três a menos que o quarto colocado Bahia, que ainda joga nesta rodada. O Santa Cruz, sétimo colocado com 41, também ainda entrará em campo na rodada. O Atlético-GO segue perto da zona de rebaixamento, está na 15ª posição com 31 pontos e completou o quinto jogo sem vitória.

Agora o América terá mais tempo para descansar e se preparar para o próximo jogo. O Coelho só volta a campo na sexta-feira que vem, dia 25, quando vai receber o Criciúma, às 21h, no Independência. Já o Atlético-GO visitará o Paraná no outro sábado, dia 26, às 21h,

Primeiro tempo ruim

Os primeiros 45 minutos de Atlético-GO e América não foram nada bons, muitos erros e poucas chances de gols.  O Coelho sentiu falta dos seus volantes titulares Leandro Guerreiro e Rodrigo Souza, que estavam suspensos nesta rodada.

A primeira chance foi do Atlético-GO aos 2 minutos, Éder Sciola cruzou da direita e Juninho acabou batendo para fora. O América conseguiu uma finalização no gol apenas aos 10, quando Anderson Conceição aproveitou escanteio cobrado por Tony e desviou de cabeça, mas mandou pra fora.

O Dragão era mais presente no ataque do que o Coelho e teve duas boas chances com Jorginho aos 13 e 15 minutos, na primeira ele recebeu na área e desviou para boa defesa de João Ricardo e na segunda ele arriscou de fora da área e o goleiro americano novamente fez a defesa. O América não conseguia criar, estava pouco inspirado em campo. Aos 20 minutos, o volante Douglas Dopô tentou de longe, porém pegou mal demais na bola.

Uma das melhores chances do Coelho no primeiro tempo foi aos 25 minutos, Diego Lorenzi ficou com sobra de bola na entrada da área e arriscou o chute, a bola saiu com perigo pelo lado esquerdo do gol de Márcio. Entretanto a melhor oportunidade da primeira etapa foi do Atlético-GO. Aos 39 minutos, Juninho recebeu cara a cara com João Ricardo e acabou batendo pra fora, a bola saiu raspando a trave direita do goleiro americano.

A bruxa voltou a incomodar o América no finalzinho do primeiro tempo. Mais uma vez, o Coelho perdeu um jogador por causa de lesão. O volante Douglas Dopô sentiu lesão na perna esquerda e teve que ser substituído, ele deu lugar ao atacante Pablo. O primeiro tempo foi tecnicamente fraco e o resultado acabou sendo o ideal. Empate sem gols. 0 a 0.

Expulsão; Gols no apagar das luzes

A etapa final de Atlético-GO e América continuou tecnicamente fraca e com muitos erros. Aliás, a situação do Coelho, que já tinha perdido um jogador machucado no primeiro tempo, ficou um pouco mais complicada logo no início. Aos 8 minutos, Diego Lorenzi acabou puxando Arthur pela camisa e levou o segundo amarelo, com isso acabou expulso.

Com um jogador a mais, o técnico Gilberto Pereira colocou o atacante Geraldo no lugar do meia Pedro Bambu, deixando a equipe goiana mais ofensiva. Já Givanildo Oliveira também alterou o Coelho, ele tirou o atacante Felipe Amorim e colocou o zagueiro André, que entrou para atuar improvisado de volante.

A mudança do time mineiro até em parte deu certo, André entrou bem e participou ativamente do jogo. Aos 21 minutos, por exemplo, Pablo cruzou da esquerda e André desviou de cabeça, a bola saiu por muito pouco. O Coelho começou a incomodar mais Márcio. Aos 23, Walber fez boa jogada, invadiu a área e bateu forte para grande defesa com os pés do experiente goleiro.

O América lutava, mesmo estando pouco criativo em campo e teve chances para abrir o placar. Aos 37 minutos, Richarlison recebeu na entrada da área e chutou na saída de Márcio, por muito pouco a bola não entrou e o placar seguia zerado.

O técnico Givanildo Oliveira resolveu queimar a regra 3 e promoveu uma estreia. Ele colocou o meia Paulinho Silva no lugar de Pablo, que havia entrado no final do primeiro tempo na vaga de Dopô machucado. Mas novamente o Coelho acabou castigado no finalzinho. Aos 41 minutos, Éder Sciola cruzou da direita e Arthur aproveitou para marcar de cabeça abrindo o placar para os donos da casa. 1 a 0.

Apesar disso, o América não se entregou e mesmo com pouco tempo continuou lutando. O Coelho acabou premiado no finalzinho e contou com uma ajudinha do adversário. Wesley Matos aproveitou vacilo na saída de bola do Atlético-GO, tomou a bola do zagueiro e tocou na saída de Márcio para deixar tudo igual aos 48 minutos, último lance da partida. O empate acabou tendo um gostinho menos pior para os mineiros, já que estavam perdendo. Tudo igual no Serra Dourada. 1 a 1.

Veja a ficha técnica do jogo:

ATLÉTICO-GO x AMÉRICA

Motivo: 27ª rodada da Série B 2015
Data/horário: 18/09/2015, sexta-feira, às 20h30
Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Auxiliares: José Eduardo Calza (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)

Gols: Arthur (ATL-GO), 41min 2ºT, Wesley Matos (AME), 48min 2ºT

Cartões amarelos: Rafael e Willie (Atlético-GO); Diego Lorenzi (2) e Alison (América)

Cartão vermelho: Diego Lorenzi (América) (dois amarelos)

ATLÉTICO-GO: Márcio; Éder Sciola, Rafael, Samuel e Eron (Wéverton Gomes); Feijão, Pedro Bambu (Geraldo), Willie (Raphael Luz) e Jorginho; Juninho e Arthur. Técnico: Gilberto Pereira.

AMÉRICA: João Ricardo; Wesley Matos, Alison e Anderson Conceição; Walber, Dopô (Pablo (Paulinho Silva)), Diego Lorenzi, Tony e Xavier; Felipe Amorim (André) e Richarlison. Técnico: Givanildo Oliveira.

Publicado por Bruno Muniz

Total
0
Shares
Reportagem Anterior

BH bate recorde de calor no inverno e umidade relativa do ar de 8%, a menor de 2015

Próxima Reportagem

Botafogo vence fora de casa e joga Boa Esporte para o fundo do poço


Postagens Relacionadas