Redes Sociais

América-MG

Empate amargo! Coelho toma gol no final e Vitória mantém tabu no Barradão

americamg

O que falar do América? Quando tudo parecia se encaminhar para a quebra de um tabu que durava desde 1972, para a segunda vitória fora de casa na Série B e, de quebra, a liderança na briga para voltar à elite em 2016, o Coelho entrega a rapadura.

Melhor em campo durante a maior parte da partida contra o Vitória, no Barradão, suportando a pressão como gente grande e vencendo por 1 a 0, gol de Marcelo Toscano, um adversário direto na disputa pela vaga na Série A, o Coelho foi castigado no final.

Com o Vitória semi-nocauteado, o atacante Rogério aproveitou falha individual de Alisson que furou espetacularmente na entrada da área e empatou o jogo aos 41 da etapa final. A coisa só não ficou pior porque o Coelho se fechou e suportou a pressão dos donos da casa empatando em 1 a 1.

O resultado tem um gosto amargo. Ao contrário das edições anteriores do Brasileirão onde o time conseguia vencer longe de casa, nesta temporada, o Coelho soma apenas um triunfo em oito jogos disputados.

Para piorar, por causa do resultado, o Coelho, que ocupou a liderança por um bom tempo durante os 90 minutos, fechou a rodada na quarta colocação. O equilibrio é tão grande que o Botafogo lidera com 30 pontos e Vitória, Bahia, América e Náutico aparecem em seguida empatados com 28.

De volta ao Independência!

Depois de uma sequência de dois jogos como visitante, o América volta a jogar como mandante na Série B do Brasileirão. Os comandados de Givanildo Oliveira não terão muito tempo para descansar. Já na próxima terça-feira, dia 04 de agosto, às 21h, o Coelho receberá o Paraná Clube, no Independência. A partida abrirá a 17ª rodada do campeonato.

O jogo

Como mandante e o apoio da torcida, o Vitória partiu pra pressão em cima do América desde o apito inicial do árbitro Flávio Rodrigues de Souza. A briga era boa no Barradão e o rubro-negro queria abrir vantagem no marcador contra um concorrente direto ao acesso à Série A em 2016.

Já o América marcava individualmente as principais peças do Vitória e apostava em um contra-ataque para surpreender os donos da casa.

E foi do Vitória a primeira boa chance da partida no Barradão. Aos seis minuts, Diego Renan cruzou da esquerda e achou Escudero na entrada da área. O argentino tentou o chute de primeira mas a bola saiu por cima da meta de João Ricardo.

Aos 10, novamente Escudeiro arriscou de fora da área, João Ricardo, bem colocado, fez a defesa.

Defesaça de Gatito Fernandes!

A primeira oportunidade de gol do Coelho foi a melhor oportunidade de gol criada até os 10 minutos da partida. Tony recebeu pela direita e encheu o pé. Gatito Fernandez precisou se esticar todo e, de mão trocada, fez uma bela defesa evitando o gol do americano.

O jogo era equilibrado no Barradão e o Coelho se aproveitava dos erros do Vitória para atacar com perigo. Aos 26 minutos, Rubens teve uma chance claríssima de gol. Rubens interceptou passe pela direita e partiu em velocidade livre pela direita. O atacante americano adiantou demais a bola e deu chance para que Gatito Fernandes evitasse o gol do Coelho.

O mapa da mina do Coelho na partida era a atuação de Rubens. Virava e mexia o jovem atacante aparecia livre pela direita nas costas de Diego Renan. Dessa vez, aos 37, ele invadiu a área e, ao invés de bater para o gol, cruzou para o meio da área. Marcelo Toscano chegou um pouquinho atrasado e não conseguiu encostar na bola que passou por toda a grande área.

A resposta do Vitória ocorreu aos 41 minutos. Após cobrança de escanteio pela esquerda, o centroavante Elton tentou o voleio. Ele até que pegou bem na bola mas ela subiu e passou por cima da meta de João Ricardo.

Quase Robertinho!

As melhores oportunidades de gol no primeiro tempo em Salvador foram do América. Na última oportunidade da etapa inicial, o lateral Robertinho apareceu como elemento surpresa pela direita e bateu de primeira para o gol. O goleiro Gatito já estava batido mas a bola passou por cima da meta e acertou a haste que segura a trave atrás do gol rubro-negro.

Mudança no Vitória

O Rubro-negro voltou para o segundo tempo com Rogério na vaga de Flávio. O objetivo de Mancini era dar mais velocidade ao time que sofria comas investidas do Coelho principalmente pelo lado direito do ataque. Em consequência, o rubro-negro partiu para a pressão e conseguiu duas boas oportunidades antes dos 10 minutos de jogo.

O América voltou à carga aos 12 minutos e quase abriu o marcador em duas oportunidades. Primeiro com o zagueiro Wesley Matos que, de cabeça, quase acertou o cantinho esquerdo de Gatito. A segunda veio no erro de saída de bola. Felipe Amorim recebeu pela direita e soltou o bicudo. A bola passou com perigo por cima da meta baiana.

GOL DE TOSCANO!

Melhor em campo, o América foi premiado pela bela atuação no Barradão aos 24 minutos. Xavier e Leandro Guerreiro tabelaram na entrada da área. O lateral americano invadiu a área e foi derrubado. O árbitro não titubeou e apontou o pênalti. Na cobrança, Marcelo Toscano não deu chances para Gatito e abriu o marcador longe de casa. Sétimo gol dele na Série B.

Em vantagem, o América fez o dever de casa. Givanildo criou um ferrolho daqueles e aproveitava o desespero do Vitória que não rendia o esperado no Barradão. De quebra, o Coelho ainda atacava com qualidade pelos lados do campo.

Que vacilo!

No entanto, o acaso jogou contra o América. Com o Vitória sentindo o golpe, o time americano precisava apenas administrar o resultado. Mas, aos 41 minutos, o zagueiro Alisson furou na entrada da área e Rogério, esperto, bateu na saída de João Ricardo para deixar tudo igual no Barradão.

O gol botou fogo no jogo e acordou o já semi-nocauteado Leão. A torcida passou a empurrar os donos da casa que partiram para o abafa final. O América foi sufocado, Givanildo precisou reforçar a defesa e sacou o centroavante Rubens do time. O Vitória bem que tentou mas o tempo era curto e o Coelho deixou o Barradão com o gosto amargo do empate e um pontinho importante na bagagem.

VITÓRIA 1X1 AMÉRICA

Motivo: 16ª rodada da Série B
Estádio: Barradão
Data: sábado, 1º de agosto de 2015
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto e Herman Brumel Vani (SP)
Gols: Marcelo Toscano, aos 25min do 2ºT (AME); Rogério, aos 41min do 2ºT (VIT)
Cartões amarelos: Marcelo Toscano, aos 16min do 2ºT, Diego Lorenzi, aos 41min, e Thiago Santos, 45min do 2ºT (AME); Diogo Mateus, aos 23min do 2ºT
Público: 12.085 pagantes Renda: R$ 243.665,00

VITÓRIA – Gatito Fernández; Diogo Mateus, Ramon, Guilherme Mattis e Diego Renan; Marcelo Mattos, Flávio (Rogério, no intervalo), Pedro Ken e Escudero; Rhayner (Pereira, aos 19min do 2ºT) e Elton (Robert, aos 27min do 2ºT) Técnico: Vagner Mancini

AMÉRICA – João Ricardo; Robertinho, Alison, Wesley Matos e Xavier; Thiago Santos, Leandro Guerreiro (Diego Lorenzi, aos 40min do 2ºT), Felipe Amorim, Tony e Marcelo Toscano (Henrique Santos, aos 33min do 2ºT); Rubens (Anderson Conceição, aos 43min do 2ºT) Técnico: Givanildo Oliveira

América-MG

Cruzeiro x América-MG: acompanhe ao vivo pelo Mineiro 2019

Mineiro 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe Cruzeiro x América-MG: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

• atualizado em 06/04/2019 às 18:39

Continua lendo

América-MG

Boa Esporte x América-MG: acompanhe ao vivo pelo Mineiro 2019

Mineiro 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe Boa Esporte x América-MG: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

Continua lendo

América-MG

América-MG x Cruzeiro: acompanhe ao vivo pelo Mineiro 2019

Mineiro 2019 no Por Dentro de Minas – acompanhe América-MG x Cruzeiro: escalação, informações sobre o jogo, fotos e muito mais

• atualizado em 17/02/2019 às 18:58

Continua lendo